terça-feira, 7 de maio de 2019

12º Salão do Artesanato começa nesta quarta

A 12ª edição do Salão do Artesanato começa nesta quarta (08) . Com o tema “o Brasil feito à mão”, o evento acontece pela primeira vez na área externa do Pátio Brasil  até o dia 12 de maio, das 10h às 22h. Além de conferir produtos de cerca de mil artesões representando vinte estados brasileiros, a programação também conta com shows e oficinas. A entrada é franca.
Artesão Antonio Ricci / Foto: Daniel Reino
O principal objetivo do evento é valorizar a diversidade da produção artesanal brasileira e a arte feita a mão, já que a expressão criativa dos artesãos brasileiros coloca o Brasil como um produtor artesanal no mercado nacional e internacional. O setor conta com uma rede tradicional e informal de comercialização, além de milhares de produtores em todo o território nacional.

Para isso, alguns dos maiores destaques do artesanato no Brasil vão estrar presentes ao Salão. Alguns dos nomes são o mineiro Antônio de Pádua, especialista em esculpir santos em madeira, o potiguar Aldo Rodrigues, que molda figuras sacras em argila e cujas obras recebem enorme aceitação no exterior e Cristina Maria Ribeiro Lauteman, especialista em transformar produtos do mar, como escamas de peixe e conchas em flores decorativas, arte sacra e outros objetos decorativos.

O Salão do Artesanato já realizou 11 edições, desde sua criação, em 2009. Atualmente, é o maior evento do ramo no Centro-Oeste e está entre os três maiores do setor no Brasil. O evento trabalha com o conceito da sustentabilidade, realizando a coleta seletiva de resíduos e com expositores que comercializam produtos que utilizam como matéria-prima materiais reciclados. Todo o lixo reciclável é doado para cooperativas de reciclagem.

HOMENAGEM AO ACRE - Como acontece em cada edição, o evento fará homenagem especial a um estado da Federação e desta vez o escolhido foi o Acre. Para Brasília, o estado trará itens do artesanato que caracteriza a produção do estado, como biojoias, roupas, sapatos, a gastronomia típica acreana (com salgados regionais como Saltenhas, kibe de arroz, kibe de macaxeira, pastel com recheios regionais de jambu, de frango, pirarucu, suco de cupuaçu, dentre outros), panfletos para divulgação turística e elementos da cultura do estado.

OFICINAS – Além dos estandes para venda de produtos, o público pode participar oficinas gratuitas, ministradas por artesãos de Minas Gerais, com reconhecida técnica nas áreas de bordado Douro Preto, de Pernambuco, com a tradicional tapeçaria; de Goiás com os trabalhos em fibra e biojoias e do Distrito Federal, com os belos trabalhos em mosaico. As oficinas serão oferecidas, de quarta a sábado, em três horários distintos: de 11h às 12h; de 15h às 16h e das 16h às 17h. Cada oficina comportará até 20 pessoas e não serão feitas inscrições prévias. A inscrição será no local, por ordem de chegada.

SHOWS - Também fazem parte da programação apresentações diárias do espetáculo Nosso Brasil, do Grupo de Dança Nova Bréscia, do Rio Grande do Sul, sempre em dois horários, às 13h e às 18h.  Além disso, o evento traz shows de quinta a domingo, sempre às 19h. Dentre os artistas convidados, Roberto Corrêa, um mestre da viola caipira no Brasil, o pesquisador e também violeiro Cacai Nunes, o sanfoneiro forrozeiro Felippe Rodrigues e a Orquestra Alada Trovão da Mata, com sua mistura de maracatu e samba pisado. Um grande mosaico do Brasil, através da arte do artesão brasileiro e de alguns de seus artistas mais originais.

Confira a programação completa

OFICINAS
08 de maio (Quarta)
11h às 12h - Biojoias (brinco), com Juão da Fibra
15h às 16h - Flores de Palha de Milho, com Fatinha Bastos
16h às 17h - Colar de malha, com Tânia Lima

09 de maio (Quinta)
11h às 12h - Porta-joias de material reciclado, com Tânia Lima
15h às 16h – Tapeçaria de Lagoa do Carro/PE, com Maria José Lemos
16h às 17h - Tapeçarias do Carmo, com Bordados de Minas – DOuroPreto

10 de maio (Sexta)
11h às 12h - Biojoias (colar), com Juão da Fibra
15h às 16h - Anjos de Palha de Milho, com Fatinha Bastos
16h às 17h - Tapeçarias do Carmo, com Bordados de Minas – DOuroPreto
17h às 19h – Mosaico, com Fátima Fernandes

11 de maio (Sábado)
11h às 12h – Tapeçaria de Lago do Carro/PE, com Maria de Fátima
15h às 16h - Colar de malha, com Tânia Lima
16h às 17h - Tapeçarias do Carmo, com Bordados de Minas – DOuroPreto
17h às 19h – Mosaico, com Fátima Fernandes

SHOWS
De 8 a 12 de maio (Quarta e Domingo)
Grupo de Dança Nova Bréscia

09 de maio (Quinta) – 19h
Felippe Rodrigues

10 de maio (Sexta) – 19h
Roberto Corrêa

11 de maio (Sábado) – 19h
Cacai Nunes

12 de maio (Domingo)– 19h
Orquestra Alada Trovão da Mata

Postar um comentário

O botão Whatsapp funciona somente em dispositivos móveis