quarta-feira, 26 de junho de 2019

IFB Brasília apresenta o 14º IFestival Dança

A chamada é extraordinária, não seria hoje a nossa pauta na coluna. Mas atrevo-me porque a causa é justa e a razão maior.

Vamos aos fatos: entre os dias 26, 27 e 28 no Instituto Federal - Campus Brasília, na Quadra 610 Norte, acontecerá o Festival de Dança: 14º IFestival Dança, nesta edição o tema será – “Diversidade em Movimento”. O evento marcará mais um semestre da turma de dança do Instituto.

Dois pontos chamam a atenção em relação ao tema deste ano: primeiro; a singularidade humana refletida na diversidade do movimento. Segundo, a sensibilidade dos estudantes do 6º semestre de Licenciatura em Dança, colocando de forma justa e em seu devido lugar a Dança, como movimento diversificado de inclusão para todas as pessoas. Aqui o movimento apresenta-se na paisagem, na fala, nas escritas e nesta linha inclusive.

Equipe do IFestival Dança 2019 / Foto: Iago Gabriel Melo

O IFestival Dança foi idealizado pelo professor Diego Pizarro em 2012, como um projeto de extensão do Instituto Federal de Brasília – DF. Naquela época, era mais uma porta que se abria para que os estudantes do curso pudessem apresentar suas pesquisas práticas de dança. Tendo seu nascimento no decorrer do semestre na graduação que começava a ganhar vida na diversidade de pessoas que mais tarde fizeram histórias no curso. O curso de dança do IFB iniciou-se em agosto de 2010, e naquela época ainda não havia turmas formadas.

Em 2017 o IFestival Dança foi incorporado pela disciplina Práticas Integradoras e de Ensino IV do 6º semestre do curso. Para a professora e coordenadora do curso, Juliana Passos, agregar a organização do evento à disciplina contribui para que os estudantes tenham uma noção básica de produção de eventos, uma vez que o professor de dança tem que estar preparado para as inúmeras oportunidades no mercado de trabalho.

Hoje é possível olhar para trás e ver quantas portas se abriram naquela comprida jornada, que ainda muito tem um longo caminho a ser percorrido.

Neste semestre, a disciplina está sob a responsabilidade da professora de dança Juliana Passos e da professora de música Cristina Porto, que juntas realizam a coordenação geral do evento. A comissão de organização é composta por 12 estudantes matriculados na disciplina e 10 estudantes voluntários (dos cursos de Dança e de Eventos do campus Brasília). Docentes do curso e profissionais da área aceitaram o convite para participar do evento, de modo a contribuir tanto nas apresentações artísticas quanto nas oficinas.

Para buscar recursos, a fim de concretizar a realização do evento, foram desenvolvidas estratégias como: venda de camisetas da 14ª edição do IFestival Dança, doações de discentes e docentes do curso, empresas e parcerias. Desde a busca por parceiros, logística, curadoria e o marketing para o evento, todas as atividades são realizadas pelos estudantes da disciplina, com orientação e supervisão das docentes, com o intuito de fazer com que eles se envolvam mais e sintam-se pertencentes ao evento. As tarefas são distribuídas de acordo com os conhecimentos prévios e afinidade dos estudantes, reafirmando assim que a completude da arte se dá na diversidade.

Nesse semestre de 2019, o estudante Flávio Henrique Ferreira ficou responsável pela criação da arte (logotipo) para a divulgação do evento. Ele se responsabilizou por criar uma imagem que transmitisse a ideia do tema desta edição.

 Calo-me, e lanço ao leitor o próprio relato do estudante de como foi seu processo criativo:
"Durante o processo de criação da arte, tomei por referência o tema do IFestival Dança Diversidade em Movimento. A partir daí, pesquise imagens que me remetessem à diversidade, então pensei nas árvores do cerrado que têm múltiplas formas. Através dos corpos presentes nas árvores é que está a ideia de movimento e também da diversidade, com os diversos corpos e técnicas presentes na ilustração.” Flávio Henrique Ferreira.

De forma poética Flavio Henrique traz em seus traços o movimento de corpos que fogem dos padrões, demostrando que a dança é para todos.

Logo do Evento / Arte: Flavio Henrique e Thxagao

A dança proporciona encontros, desencontros e reencontros; vidas com destinos iguais, histórias que se unem para a realização de um evento tendo a Dança como eixo central. Demonstrando que a comunidade da dança está presente inclusive nos traços do nosso cerrado.

Como o poeta disse: Cerrado que tem
“Araticum que é planta do cerrado
 Não é madeira de lei Araticum é madeira branca
 Não vira cadeira de rei “
Cerrado que nos chama a embriaga no licor mais cheiroso deixando seu corpo leve a bailar...”
(Araticum – Mestre Arnaldo e os Sons do Cerrado, 2002.)

Aos organizadores do festival, demais estudantes, leitores, professora Juliana Passos e caro aluno Flávio Henrique Ferreira, pude com vocês bailar nestas linhas, tentando levar os leitores nesse cenário e juntamente com o festival vibrar, como disse no começo do texto, complementar a frase do pensador com sua ideia de diversidade no movimento que o cerrado nos dá. Aqui sim é possível a diversidade se harmonizar.

Assim o IFestival Dança representa DIVERSAS vozes unidas com uma força somada para dizer que Brasília e o Instituto Federal de Brasília têm Dança!
Sou O’hana Proença, pedagoga, bacharel em Teatro. Especializanda em Dança e Consciência Corporal- A colunista da dança como espécie de movimento

SERVIÇO:
Dias 26/06 abertura às 18:30h com espetáculo convidado “Batucalha” da Rodrigo Cruz Cia de Dança e lançamentos de livros com participação especial da cantora  “Tanarrê”
27 e 28/06 oficinas, mostras artísticas e 2ª Mostra de Estágios da Licenciatura em Dança
28/06 20hs encerramento Baile Charme Pra Cima - coordenação Edgar Fortunato

Para participar das oficinas, acesse o link https://www.even3.com.br/14ifestivaldanca/ e se inscreva! Através do link você pode ter informações sobre os convidados, que também podem ser encontradas através das redes sociais Instagram: @ifestival.ifb e Facebook: IFestival Dança. As oficinas possuem número máximo de participantes. Não teremos lista de espera, porém é possível se inscrever no dia e local da atividade, caso haja desistência ou ausências.

  1. Chamada extra bem merecida. Parabéns aos idealizadores e a colunista O'hana Proença. Você fala com muita propriedade sobre o assunto

    ResponderExcluir
  2. Que linda!
    Mais uma vez, gratidão por estar acompanhando a coluna sua presença faz toda a diferença.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

O botão Whatsapp funciona somente em dispositivos móveis