“A Vida Invisível”, filme sobre opressão contra a mulher no casamento, tem sessão exclusiva e debate

Cine Brasília traz diretor Karim Aïnouz e assistente de direção Nina Kopko na segunda-feira, 28 para falar sobre filme que representará o Brasil no Oscar 2020

O Cine Brasília vai fazer um debate com o diretor do filme “A Vida Invisível” (2019, drama, Brasil, 149 min, 16 anos), Karim Aïnouz, na segunda-feira, 28, depois de sessão única às 19h, com entrada paga e venda antecipada. Acompanhará o diretor na conversa com o público a assistente da equipe técnica, Nina Kopko.

Cena do Filme, A Vida Invisível, com Fernanda Montenegro

O 15º longa na carreira do diretor cearense, premiado na mostra “Um certo olhar” na última edição de Cannes, em maio, é o filme indicado pelo Brasil para tentar uma das cinco vagas no Oscar 2020 na categoria de Melhor Filme Internacional (antes chamada Melhor Filme Estrangeiro). Aïnouz é formado em arquitetura pela UnB e mestre em Teoria do Cinema pela Universidade de Nova York.

Baseia-se no romance de estreia da jornalista pernambucana Martha Batalha, “A vida invisível de Eurídice Gusmão” (2015, Companhia das Letras), que conta a história de mulheres que tiveram vidas invisibilizadas em casamentos embrutecidos pela sociedade patriarcal de forte presença no país e, notadamente, no Nordeste.

O filme tem Fernanda Montenegro como atriz convidada e a participação de Gregório Duvivier no papel do marido (Antenor) que cerceia os movimentos de Eurídice (Carol Duarte).

“Usei as roupas do meu avô e convoquei uma ancestralidade de opressão. Depois das filmagens, chegava em casa e chorava. O pior desse marido tradicional, tão péssimo, é que quase todos são assim. A família real não cabe no estereótipo da família margarina [clichê da publicidade]”.

Sinopse: na década de 1940, Eurídice (Carol) é uma jovem talentosa e introvertida. Guida (Julia Stockler) é sua irmã mais velha. A partir da mesma família tradicional, seguem caminhos distintos: Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as demandas de um casamento esvaziado.

Trailer: 




Serviço
Exibição do filme “A Vida Invisível”, seguida de debate
Presenças confirmadas: diretor Karim Aïnouz e assistente de direção Nina Kopko.
Cine Brasília, segunda-feira, 28, às 19h (sessão seguida de debate)
Ingressos a R$ 12 a inteira estarão disponíveis a partir de quinta-feira, 24, na bilheteria do Cine Brasília, de 16h às 20h. Vendas apenas em dinheiro.
Endereço: Asa Sul, entrequadra 106/107. Telefone: (61) 3244-1660.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem