‘Eu Faço Cultura’ disponibiliza mais de 400 livros para resgate gratuito em Brasília

Programa Eu Faço Cultura
O Programa Eu Faço Cultura está com mais de 400 exemplares de 8 títulos diferentes disponíveis para resgate em sua plataforma. Quem tiver interessado em receber em casa gratuitamente o livro só precisa se cadastrar no site www.eufacocultura.com.br e, estando dentro do público beneficiado pelo Programa (alunos de escolas públicas, idosos, pessoas de baixa renda, pessoas com deficiência e microempreendedores individuais), fazer o pedido.

A maioria dos livros disponíveis é voltada ao público infantil, como as obras “As Aventuras de Nina”, “O Menino que perdia as palavras” e “É porque eu tenho um professor”. Um dos destaques é o livro “Onde está o Bóris”, uma história divertida e cheia de aventuras sobre o desaparecimento de um gato. A trama aborda temas complexos como a quantidade de vezes que as meninas são interrompidas por meninos (manterrupting), empatia e inclusão.

Para os adultos, está disponível para resgate a biografia “O Fabuloso Zé Rodrix", que traz histórias e episódios do multifacetado artista, que possuía habilidades como compositor, multi-instrumentista, escritor, produtor musical, diretor e muito mais. Zé Rodrix é autor de sucessos como Casa no campo, Mestre Jonas e Soy Latino Americano.

Iniciativa da Fenae (Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal), o Programa Eu Faço Cultura democratiza e impulsiona o mercado cultural. O resgate dos livros, bem como de outros produtos culturais, como teatros, shows e filmes, pode ser feito por escolas públicas, idosos, pessoas de baixa renda, pessoas com deficiência e microempreendedores individuais. Tudo pelo site www.eufacocultura.com.br.

Confira a lista completa dos livros que estão atualmente disponíveis no programa:
- É porque eu tenho um professor, de Kobi Yamada;
- Onde está o Bóris, de Janine Rodrigues;
- Bichos de cá, de Xavier Bartaburu e Edson Penha;
- As aventuras da Nina: meu irmão é um gigante, de Andréa Cordeiro;
- Peixe de Abril, de Simone Mota e Elise Carpentier;
- O menino que perdia as palavras, de Lau Furquim e Flavio Capi;
- Que cabelo é essa, Bela?, de Simone Mota;
- O Fabuloso Zé Rodrix, de Toninho Vaz.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem