quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

“Música pra te aguçar”, segundo CD de Tiago Sá, fala de amor e política

Tiago Sá começou na música inspirado pelas bandas de rock dos anos 80, mas foi na mistura do reggae com a música brasileira que Tiago Sá deu o pontapé na sua carreira profissional, como baixista do cantor e compositor Renato Matos.

Após sete anos ao lado de Renato Matos, Tiago Sá lançou se projeto solo “Reação da Alquimia”, em 2012, gravado no Rio de Janeiro com produção musical de Lucas Santtana (colaborador de Gilberto Gil, Tom Zé, Marisa Monte e Céu) e participações de Marcelo Callado e Ricardo Dias Gomes, respectivamente baterista e baixista da Banda Cê de Caetano Veloso.

Tiago Sá / Foto: Andrey Mikail 

Com “Reação da Alquimia”, Tiago Sá se filia à geração de compositores brasileiros que fazem música independente, fora das classificações dos gêneros mais comuns ao mercado, a exemplo de Lucas Santtana, Curumim, Céu e Otto, apresentando uma obra original que reflete a diversidade de sua caminhada artística.

Sete anos após o lançamento de seu primeiro álbum, Tiago Sá traz “Música pra te aguçar”, realizado com recursos do Fundo de Apoio à Cultura do DF. Na onda da experiência que teve com a produção do primeiro disco, Tiago Sá agora assume a função de produtor juntamente com Jorge Bittar. Bittar foi o diretor musical do DVD acústico do Raimundos, lançado em 2018.

“Música pra te aguçar” continua a linha musical iniciada com “Reação da alquimia”, repleto de novidades nas composições, que tratam de temas mais “pé no chão” e cotidianos, como amor e política. Sempre de forma poética e melódica, Tiago Sá traz um álbum com 10 músicas autorais repleto de influências que vão do reggae, do rock até o house.

Totalmente “made in Brasília”, “Música pra te aguçar” conta somente com músicos da cidade entre eles o guitarrista Marcelo Barbosa (banda Angra), e do pianista e saxofonista Alexander Haichnok.

A venda antecipada de ingressos e CDs será por meio de um financiamento colaborativo, em catarse.me/musicaprateagucar, com o objetivo de financiar a prensagem do CD. As recompensas vão de ingresso para o show até um show solo, voz e violão.

Postar um comentário

O botão Whatsapp funciona somente em dispositivos móveis