Branconi: a versão leve do Negroni para o verão

Lago Restaurante, em Brasilia aposta em drink suave para os dias mais quentes.


Branconi_Divulgação
O melhor da coquetelaria é a capacidade de se reinventar, criar novas receitas baseadas em clássicos e adaptar outras para versões mais adequadas a cada estação. É deste caldeirão inventivo que nasce o “Branconi”, versão criada pelo bartender Zazá, do Lago Restaurante, em Brasília para refrescar paladares em busca de bebidas mais leves e ao mesmo tempo originais. Suave e harmonioso, o drink é simples de preparar e cai bem como aperitivo a qualquer hora do dia.

Elaborado com vermute Carpano Bianco, Saquê, bitter artesanal de cardamomo com flor de açafrão e espumante ou vinho branco, é perfeito para dias mais quentes do verão, que promete altas temperaturas até meados de março. “A idéia nasceu a partir do momento em que os clientes apreciadores de Negroni pediam uma versão mais suave que pudesse ser tomada em um dia de sol, ou em um almoço. Foi aí que surgiu a inspiração para criar um drink com teor de álcool menos elevado e mais fácil de beber”, conta Zazá.

Ele e o chef Marcelo Petrarca, à frente do Lago Restaurante, e outros dois restaurantes em Brasília – Bloco C e Reverso – além do bufê Bloco C em casa, se conheceram quando Petrarca ainda estava dando seus primeiros passos na gastronomia, e quis o destino que os dois se encontrassem no Dudu Bar e Restaurante, onde Zazá era chefe de bar e Marcelo estagiava, na capital. Não demorou muito, alguns anos depois, para Zazá ser convidado a iniciar no grupo Petrarca como bartender no Bloco C.

“A criatividade e originalidade que permeiam as criações do Marcelo influenciam meu modo de elaborar drinks. Trocamos muitas informações e isso é muito importante para o processo criativo”, diz Zazá.  E a sintonia entre os dois é algo que acontece espontaneamente: “ O Zazá absorveu facilmente a filosofia que buscamos transmitir aqui no Lago, seja nos pratos ou nos drinks que criamos. Tem que ter algo mais que diferencie uma receita - seja ela simples ou mais elaborada - que estimule nossos clientes a perceberem nuances e sabores que ainda não haviam provado, e que dão aquela vontade de repetir”, diz o chefe.

Segundo Zazá, o que deixa uma bebida perfeita é a correta utilização de insumos frescos, de altíssima qualidade, e o gelo, que não pode de jeito algum ser comum ou comprado em supermercados ou disitribuidores. Ele acredita que o setor de coquetelaria evoluiu bastante com a utilização de novos ingredientes, muitas infusões, uso de botânicos regionais e releitura dos clássicos, e que está em um constante processo de inovação e criatividade. 

“Nós mixologistas estamos apostando muito no rum em 2020, não descartando o gin que deve continuar reinando por muito tempo”, comenta.

Como preparar o Branconi (R$ 34,00)


Em um mix glass, coloque 50 ml vermute Carpano Bianco, 50 ml de Saque, 3 borrifadas de bitter artesanal de cardamomo com flor de açafrão e em seguida o gelo e 100 ml de espumante ou vinho Branco, como preferir, e mexa bem até gelar o líquido.

Serviço: 
Endereço: SHIS Q5 Bloco D, 01/03
Lago Sul - Brasília
Telefone: (61) 3553.9078
Horário de funcionamento:
Terça a Quinta-feira, das 12h00 às 15h30 e das 19h00 à 01;00. Sexta e Sábado, das 12h00 às 16h00 e das 19h00 às 01:00. Domingo, das 12h00 às 17h00
Wi-Fi: Sim
Acesso a cadeirantes: Sim
Preço da rolha: R$ 50,00
Manobristas no local

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem