Pets na folia!

Pets na folia! - Representação

Carnaval chegando e muita gente está planejando quais bloquinhos ir ou já preparando o sofá para descansar e ver os desfiles das escolas de samba. Mas e os nossos pets, podem curtir a folia?


Se você é do tipo caseiro, tome cuidado com as festas próximas e músicas altas. Deixe seu animal em locais calmos da casa que o barulho seja menor. Se estiver muito calor, deixe potes de água fresca disponíveis e mantenha o ambiente que ele fica bem arejado e refrescante.

Se você gosta de viajar nessa época e vai levar o animal, leve-o ao médico veterinário com antecedência para organizar tudo que é necessário para a viagem. Se ele vai ficar, escolha um lugar legal e confiável para que ele passe o carnaval feliz também.

“No caso de você ser um folião daqueles bem animados e não perde um bloquinho, os cuidados são maiores”, adverte a veterinária da Clínica Pompeu Camila Maximiano. Se seu pet irá ficar em casa, certifique-se que ele tenha todo o conforto e que todas suas necessidades sejam atendidas, caso for ficar fora por mais de 4 a 5 horas. Mantenha água disponível, alimente nos horários regulares e deixe-o em locais seguros e com pouco acesso ao barulho externo, evitando sustos e tentativas de fuga.

Se você quer que seu animalzinho curta as festas com você, antes de tudo avalie a personalidade dele em aglomerações, barulhos, com outras pessoas. Se é um animal medroso ou desconfiado, ele pode se sentir acoado e pode ter atitudes agressivas ou mesmo tentar fugir. Se ele já é acostumado com festas e aproveitar a farra tente levá-lo em blocos menores, com menos pessoas e com mais infraestrutura, para que ele fique mais confortável e você tenha menos preocupações.

Camila afirma que, independentemente, da personalidade o risco de pisoteamento ou machucados é moderada. Tenha bastante cuidado e procure blocos petfriendly ou específicos para pets. Hoje há diversos deles e você pode ter menos preocupações.

Em todos os casos é importante que ele esteja identificado, com nome e informações de contato. Mantenha seu animal sempre na guia e quando andando no chão observe o caminho e desvie de locais muito sujos ou com materiais que possa machucá-lo.

“Leve sempre água e um potinho, mantendo-o sempre hidratado. Alimente pelo menos 4 horas antes dos festejos para que não fique enjoado. Dê preferência a blocos com horários antes das 10 da manhã ou após as 16 da tarde, com temperaturas mais amenas. Verifique a temperatura do chão, se estiver muito quente leve-o no colo ou coloque proteções. Lembre-se ele não usa sapato, o risco de queimaduras nas patinhas é grande”, auxilia Camila.

Pets fantasiados são uma graça, mas prefira roupas com tecidos mais frescos e fantasias que não cubram todo o animal. Teste com antecedência, se o animal não estiver confortável com a roupa prefira acessórios menores ou que ele já esteja acostumado.

Garanta que a vacinação e vermifugação estejam em dia e proteja-o contra ectoparasitas, prevenindo assim que ele contrai alguma doença na rua.

“Folião ou caseiro, seu pet também pode aproveitar o carnaval com segurança e próximo de quem mais ama”, diverte-se Camila.

Serviço:
Pompeu Clínica Veterinária (61) 3711-9006/ 99277-2738
SHIN – CA 10 – Loja 12 - Lago Norte - Brasília-DF
pompeuveterinaria@gmail.com

Comentários

Formulário de contato

Enviar