Cerejas Chilenas de volta em terras brasileiras

 

Cerejas Chilenas
Divulgação

A campanha "Cerejas do Chile - O Prazer do Verão" celebra a fruta ícone da estação.

A fruta mais prazerosa deste verão chega ao Brasil em mais uma iniciativa da Associação de Exportadores de Frutas do Chile (ASOEX), que apresenta pelo quinto ano consecutivo a sua campanha de promoção que tem como objetivo de incentivar o consumo e aumentar a notoriedade da fruta durante toda a temporada do verão. Para 2020/2021, o lema escolhido é “Cerejas do Chile, O Prazer do Verão”, focando no prazer, na diversão e no bem-estar que a fruta oferece durante a temporada de férias e de calor.

Para celebrar o lançamento da campanha no Brasil, a ASOEX realizará um evento especial para convidados, com workshop sensorial das cerejas chilenas in natura e harmonização com vinhos e espumantes chilenos, ministrados pela Sommelière Daniella Romano. 

Um mix de ações será realizado entre dezembro e janeiro de 2021, incluindo campanha nas redes sociais, ativações com influenciadores focados em gastronomia para a realização de um challenge de receitas. Em apoio, as redes de supermercado distribuidoras do produto receberão ação de promoção – cupons de desconto oferecidos para clientes potenciais, e promoção com distribuição de brindes nos pontos de venda.

Por conta da pandemia da Covid-19, a ASOEX ressalta o comprometimento com o fornecimento de cerejas seguras, frescas e saudáveis graças a uma série de medidas cautelosas, além do padrão de trabalho da indústria. Produtores e exportadores realizam esforços importantes e investem a todos os níveis da produção e da distribuição das frutas, impondo processos sanitários rigorosos de segurança e higiene desde o pomar até a montagem das embalagens.

A Cereja é a fruta mais esperada da estação no Brasil, não somente por conta das festas de final de ano, mas pela versatilidade e prazer que proporciona com sua recrescência, doçura, saudabilidade e explosão de sabores. Quando utilizadas em receitas, elas combinam tanto com o preparo de doces, quanto de salgados, quentes ou frios, se destacando como ingrediente nobre, de qualidade premium e muito apreciado pelo paladar dos brasileiros.

Mercado

Para a safra 2020/2021, os produtores chilenos preveem um crescimento em torno de 35,8% da exportação de cerejas, o suficiente para atender a demanda internacional que não parou com a pandemia. O país deve exportar entre dezembro e fevereiro, um total de 310,3 mil toneladas de cereja, o que equivale a quase 62 milhões de caixas com 5 kg de fruta cada, para os cinco continentes, sendo a China o primeiro importador. O Brasil recebe 1.2% da produção de cerejas chilenas, mas é o segundo maior importador das Américas, um mercado tradicional e estratégico. No ano passado, as variedades exportadas no país foram Bing, Royal dawn, Lapins e Santina, uma diversidade ainda pouco explorada no Brasil mas que pode também ajudar a prolongar a época de consumo até o final de fevereiro, um dos objetivos da campanha. 

Sobre a ASOEX

A Associação de Exportadores de Frutas do Chile A.G. é uma entidade privada e sem fins lucrativos, fundada em 1935. Possui mais de 350 empresas produtoras-exportadoras de frutas frescas associadas em seus vários programas.

A missão da associação é apoiar, facilitar e melhorar continuamente, todos os processos relacionados às exportações de frutas, tanto fora como no interior do país, incentivando a concorrência entre os diferentes atores da atividade.

A ASOEX possui a Certificação de Garantia de Qualidade ISO 9001, versão 2008, e as certificações em Boas Práticas de Fabricação nos três locais de inspeção fitossanitária que administra, do Programa Cooperativo Tripartite SAG-USDA APHIS-ASOEX.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem