Maquiagem artística: profissão em alta

Hermes Oliveira. Reprodução Instagram / @hermesxoliver

A maquiagem é uma arte ancestral, encontrada até mesmo entre os homens primitivos, os quais já usavam essências na epiderme, junto com outros enfeites e acessórios. 

Normalmente esta técnica é aplicada nas pessoas com o objetivo de embelezá-las, mas em várias culturas ela tem finalidades cerimoniais e religiosas. Nos estudos antropológicos podem-se encontrar vários exemplos de pinturas artísticas nos corpos de nativos americanos e de aborígines do continente africano. Muitos povos tinham o hábito de utilizar elementos de origem vegetal como o urucum ou o carvão, bem como argila e pedras trituradas.

Em uma boa maquiagem não podem faltar: Demaquilante; Hidratante com filtro solar; Base para pele; Pó facial; Pincéis para blush, sombra e batom; Sombra em várias tonalidades; Delineador líquido; Lápis para olhos; Pente e lápis de sobrancelha; Pinça para limpar sobrancelha; Blush; Batom; Gloss e Corretivo. Atualmente a profissão de maquiador está envolta em uma aura de status e glamour.

O profissional é não só um artista, mas também um técnico especialista, o qual conhece uma ampla gama de essências que não só produzem a desejada beleza humana, mas também conferem as necessárias características aos intérpretes teatrais, televisivos e cinematográficos, além de realçarem fotos e desfiles da esfera ‘fashion’.


 A maquiagem é fundamental na constituição do personagem, nos palcos ou nas telas dos cinemas. Desde a antiga Grécia, nas raízes do Teatro, passando pelo Japão, Índia e outras nações orientais, recorre-se a esta técnica para alterar a identidade do ator. Na TV brasileira alguns profissionais se destacam, como Eric Rzepecki, que brilhou na Rede Globo na década de 70. Este maquiador de origem polonesa tem, acima de tudo, o mérito de dar destaque a esta profissão em nosso país. Sua técnica foi utilizada em inúmeras novelas e programas especiais. Além disso, ele foi o mestre de vários outros conhecidos profissionais que surgiram posteriormente, os quais se consagraram não só neste veículo, mas também no cinema, nos palcos e na moda. Entre eles estão nomes como Ana Van Steen, Armando Filho, Duda Molinos, Leopoldo Pacheco, entre outros, também denominados visagistas.

Hermes Oliveira. Reprodução Instagram / @hermesxoliver

O que é uma maquiagem artística? A maquiagem artística é aquela que possui um estilo livre, ou seja, não existem muitas regras em relação a sua composição. Assim, o maquiador pode desenvolver todo o seu lado criativo, sendo que o mesmo vale para casos de automaquiagem, onde a pessoa faz o trabalho sem ajuda de ninguém.

Em média, apenas a mão de obra do maquiador custa entre R$ 50 e R$ 200. Isso depende diretamente da formação dele, experiência, e tipo de make.

Como aprender maquiagem artística? 
  • Comece com um bom planejamento do que pretende fazer. 
  • Faça riscos de teste no rosto antes de partir para a make definitiva. 
  • Se você está começando na maquiagem artística, use poucas cores. 
  • Realce a maquiagem teatral com técnica de maquiagem tradicional. 
  • Pratique com tutoriais on-line.
Tem a maquiagem artística que é mais personagem, em que é feita com desenhos, e aquela que é mais imitando acidentes, queimaduras, muito usada em novelas e filmes, já a make artística que é para personagem, nem todo mundo consegue fazer.

Hermes Oliveira morador da cidade de Ribeirão das Neves fala EU NÃO TRABALHO COM MAQUIAGEM, FAÇO POR HOBBY, TIVE O PRIMEIRO CONTATO COM MAQUIAGEM AOS 15 ANOS DE IDADE MAS COM MAQUIAGEM ARTÍSTICA HA 2 ANOS. Ama fazer o que faz, pontua.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem