Loloucas: Heloísa Périssé e Maria Clara Gueiros fazem transmissão online da comédia

 

Loloucas_Marcos Jacob

Depois de três temporadas de sucesso no Rio e uma em São Paulo, o espetáculo Loloucas, apresentado pelo Ministério do Turismo e Bradesco Seguros, retorna ao palco, desta vez para uma transmissão online em 18 de dezembro, às 21h, com acesso gratuito. A peça, gravada no Teatro Clara Nunes, no Shopping da Gávea, no Rio de Janeiro, será transmitida pela Plataforma “Com Você” da Bradesco Seguros, em substituição às apresentações presenciais nas cidades de Brasília, João Pessoa, que fariam parte de uma turnê nacional, interrompida pela pandemia. O espetáculo ficará disponível por um mês.

 

No palco, a atriz, autora e roteirista Heloísa Périssé faz reflexões sobre as mudanças, crises e transformações após a entrada na casa dos 50 anos, além de exaltar a amizade com a parceira de longa data Maria Clara Gueiros, sua companheira de cena, e Otávio Muller, diretor da montagem. As atrizes dão vida a duas velhinhas para falar, com humor, sobre a inexorável passagem do tempo e os laços que as unem. 

 

“Quando cheguei aos 50 anos, pensei: não vou ter mais 50 pela frente. Então, quero canalizar essa energia de uma forma sábia”, resume Heloísa, sobre seu momento de vida. “Pensei inicialmente em fazer um monólogo, mas ao dar vida à interlocutora da minha personagem pude trazer para este projeto uma amiga muito querida, com quem trabalho há uns 30 anos”, explica Heloísa sobre a parceira de cena, Maria Clara Gueiros.

 

No espetáculo, as velhinhas, assíduas frequentadoras de teatro, chegam atrasadas a uma peça e, ao tentarem ir embora, se dão conta que estão no palco, onde, a partir daquele ponto de vista inédito, acabam se abrindo sobre suas histórias de vida e virando protagonistas de seu próprio espetáculo.

 

Quem costura a trama é o experiente ator e diretor Otávio Muller, que optou por uma cena sóbria, elaborada pelo cenógrafo Dado Marietti, onde o foco é o trabalho das duas atrizes: “A coisa que mais me interessa é a comunicação, baseada em um texto vivo. Em geral, vou pelo caminho do que é mais simples, como fazia o Asdrúbal (Trouxe o Trombone), por exemplo, e como fiz n’A vida sexual da mulher feia e em Josephine Baker, duas experiências especiais que vivi como diretor”, explica Otávio.

 

A opção pela montagem despojada é percebida também na caracterização das personagens, sintetizada nos figurinos de Teca Fichinski, que dispensam acessórios como dentaduras. “O mais importante é o trabalho de corpo, voz e interpretação, em detrimento de suportes muito literais”, destaca o diretor, que conta ainda com a iluminação de Paulo Cesar Medeiros para acentuar os climas do espetáculo.

 

Autora do texto e também das letras musicadas por Max Viana, diretor musical e compositor da trilha sonora da peça, Heloísa analisa: “A grande conclusão é que a vida começa a acontecer na sua plenitude quando se perde o medo de perder. A partir de uma certa idade, podemos nos sentir mais livres de julgamentos. É um momento maravilhoso, onde, sem medo, se perde o telhado para ganhar as estrelas. E as duas personagens ensinam a envelhecer com muita alegria”.

 

 

LOLOUCAS

 

Ficha técnica

Texto: Heloísa Périssé

Direção: Otávio Muller

Elenco: Heloísa Périssé e Maria Clara Gueiros

Cenografia: Dado Marietti 

Criação de conteúdo: Dado Marietti

Iluminação: Paulo Cesar Medeiros

Figurinos: Teca Fichinski

Direção Musical e Trilha Sonora: Max Viana

Marketing e Programação Visual: Inova Brand

Coordenação de Produção: Filomena Mancuzo

Coordenação do Projeto: Heloísa Périssé

RealizaçãoH P Produções Culturais

Apresentação: Circuito Cultural Bradesco Seguros

Crédito das fotos anexadas: Marcos Jacob


 

Serviço

Data: 18 de dezembro de 2020

Horário: 21h*

Locação da gravação: Teatro Clara Nunes - Rio de Janeiro

Classificação etária:  12 anos

Duração: 60 minutos

Acessibilidade: intérprete de Libras e audiodescrição

*Transmissão na Plataforma Com Você no YouTube da Bradesco Seguros e no Instagram @bradescoseguros. O espetáculo ficará disponível na plataforma até 18 de janeiro de 2021.

 

 

Circuito Cultural Bradesco Seguros

 

Manter uma política de incentivo à cultura faz parte do compromisso do Grupo Bradesco Seguros com a conquista da longevidade com qualidade de vida, considerando a cultura como ativo para o desenvolvimento dos capitais do conhecimento e do convívio social. Nesse sentido, o Circuito Cultural Bradesco Seguros se orgulha de ter patrocinado e apoiado, nos últimos anos, em diversas regiões do Brasil, projetos nas áreas de música, dança, artes plásticas, teatro, literatura e exposições, além de outras manifestações artísticas. 

 

Dentre as atrações realizadas recentemente, destacam-se os musicais Bibi – uma vida em musicalBem SertanejoLes Misérables60 – Década de ArrombaCinderellaChacrinha, O MusicalElis - A MusicalA Família AddamsO Rei Leão e Wicked, além da Série Dell'Arte Concertos Internacionais, Ballet Zorba, O Grego e a exposição inaugural da Japan House, Bambu – histórias de um Japão

 

Cuidado rigoroso

 

A produção do espetáculo seguirá todos os protocolos e recomendações relacionados à prevenção da Covid-19 tais como a restrição do número de profissionais nas montagens, o rigor no controle de circulação nas dependências do teatro (apenas pessoas a trabalho) e a medição da temperatura de todos os profissionais antes do acesso. As áreas ocupadas serão frequentemente higienizadas e haverá a disponibilização de álcool gel, além da distribuição de máscaras para todos os envolvidos. Outras ações são a higienização do material antes de entrar no teatro (cenários, figurinos etc.)  e o impedimento do consumo de alimentos e bebidas no local. Haverá, ainda, a presença de um bombeiro brigadista durante as atividades, para assegurar que todas as medidas serão cumpridas.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem