Malungu, Peabiru e ECAM lançam campanha virtual para doações a comunidades quilombolas do Pará

 

Doações - Divulgação

Neste natal, organizações sociais unem esforços para levar alimentos e itens de higiene a 1000 famílias de comunidades quilombolas no Pará. Uma campanha de financiamento coletivo, no formato de vaquinha virtual, foi lançada pela Coordenação das Associações das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Pará - Malungu, Instituto Peabiru e ECAM e busca arrecadar doações para apoio às famílias durante todo o mês de dezembro. A maioria das comunidades quilombolas no Pará seguem afetadas pela pandemia de covid-19 e enfrentam dificuldades de infraestrutura em suas áreas. As doações podem ser feitas com cartão de crédito, boleto bancário e paypal por meio do link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/natal-comunidades-quilombolas-na-amazonia

Desde o início da pandemia do coronavírus, as comunidades quilombolas do Pará têm sofrido com as consequências do isolamento e da falta de recursos, sem apoio do poder público e sem condições de comercializar seus produtos. Em abril de 2020, através da Malungu, uma ampla campanha de apoio foi lançada com apoio do Instituto Peabiru e da ECAM. A campanha arrecadou mais R$ 15 mil utilizados na compra de 227 cestas básicas e itens de higienes destinadas a 6 comunidades nos municípios de Abaetetuba, Barcarena e Moju, além de mobilizar doações diretas realizadas pela rede Assaí Atacadista.

Relatório público da campanha.

Vídeo da entrega de cestas básicas

As doações foram fundamentais para garantir a alimentação e a saúde de mais de 200 famílias durante o pico da pandemia, quando as comunidades seguiram as recomendações das autoridades e mantiveram o isolamento social. Porém, as dificuldades persistem para a maior parte das comunidades quilombolas. Buscando contribuir para a mudança desse cenário a Malungu se uniu novamente ao Instituto Peabiru e à ECAM para mobilizar apoio em uma nova campanha, para atender mais 1000 famílias de comunidades quilombolas, desta vez com foco na região tocantina do Pará, nos municípios de Oeiras do Pará, Mocajuba, Baião e Tomé-açu.

Comunidades quilombolas

As comunidades quilombolas são comunidades negras rurais formadas por descendentes de africanos escravizados, que vivem, na sua maioria, da agricultura familiar, em terras próprias, doadas, compradas ou ocupadas há bastante tempo. As comunidades quilombolas mantêm fortes relações com o território utilizando da terra e seus recursos para a resistência e propagação de sua cultura, modo de vida e ancestralidade.

Com esta campanha serão beneficiadas 1000 famílias quilombolas, nas comunidades de Igarapé Preto, França, Baixinha, entre outras. São Idosos, mulheres e crianças cuja renda principal vem da produção rural, ainda severamente afetados pela pandemia e impossibilitados de realizar suas atividades e adquirir itens básicos para sua alimentação e saúde.Na esteira de uma segunda onda global de Covid-19 e de um agravamento da pandemia no Brasil, a campanha de Natal tem o objetivo de apoiar populações quilombolas no estado do Pará com a doação de cestas de alimentos e itens de higiene no mês de dezembro de 2020. A campanha busca arrecadar o equivalente a 1.000 cestas de natal e itens de higiene, orçadas em R$70,00 cada. Dessa forma, a meta da campanha está estimada em R$70.000,00.

Como apoiar a campanha?

As doações podem ser feitas de forma segura por meio da plataforma de financiamento coletivo Vakinha.com. É possível doar qualquer valor, a partir de R$5, através de cartão de crédito, boleto bancário, Paypal e até transferência de pontos de programas de fidelidade.

A campanha também busca o apoio de empresas e organizações que queiram apoiar diretamente a doação às famílias que podem contar com contrapartidas para apoio institucional nas categorias apoiador/a, madrinha/padrinho ou patrocinador/a. Empresas e organização sociais interessadas em se engajar no apoio às famílias quilombolas, podem solicitar o plano de contrapartidas para identificar a melhor forma para sua organização participar, através do contato comunica@peabiru.org.br

Todo o valor arrecadado com a campanha (descontado o custo da plataforma de doações, em 7%) será utilizado integralmente para compra de cestas básicas, contendo alimentos e itens de higiene, como álcool em gel, papel toalha e sabão. A gestão de recursos da campanha é realizada pelo Instituto Peabiru, organização social com mais de 22 anos de atuação em projetos de fortalecimento social na Amazônia. Ao final da campanha o Peabiru irá publicar relatórios das movimentações para máxima transparência, através dos websites do Instituto Peabiru e da Equipe de Conservação da Amazônia - ECAM. https://peabiru.org.br/covid19/ e http://ecam.org.br   

Mais informações:
Comunicação Instituto Peabiru
comunica@peabiru.org.br // (91) 98178 8578

Doações podem ser feitas com cartão de crédito, boleto bancário e paypal através do link: vakinha.com.br/vaquinha/natal-comunidades-quilombolas-na-amazonia
Link curto da campanha: http://vaka.me/1548634 

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem