Mercado de Sextechs é tema de evento inédito

Dispositivos interativos com foco em design e experiência, plataformas de educação, aplicativos para autoconhecimento e ganho de confiança sexual, wearables para monitoramento da saúde íntima e novas formulações cosméticas são apenas algumas das inovações do ecossistema das Sextechs, startups voltadas para a criação de marcas e soluções para o bem estar da sexualidade.


De acordo com o instituto Allied Market Research o mercado global de sexual-wellness tem previsão de faturamento de 108 bilhões de dólares em 2027. Não é por acaso, que um dos maiores festivais de inovação e tecnologia do mundo, a São Paulo Tech Week, irá receber esse ano o SXtech [BR] Talks, evento sobre o ecossistema de inovação para a sexualidade.

Speakers da SXtech [BR] Talks, Marina Ratton CEO da Feel, Dani Junco fundadora da B2Mamy e Lídia Cabral, fundadora Tech4Sex e idealizadora do evento

O evento que acontece no dia 15 de dezembro, 100% online e gratuito, irá abordar o potencial de crescimento exponencial das SexTechs, longe dos estigmas e tabus. “Queremos apresentar e despertar a consciência das pessoas para as inúmeras oportunidades existentes nessa área, seja como consumidor, empreendedor ou investidor”, conta Lídia Cabral, executiva da área de inovação, fundadora da Tech4Sex e idealizadora do evento.


Além de incentivar o acesso e a compreensão ao mercado, o SXtech [BR] Talks também mostra a força das lideranças femininas no setor. A indústria que antes era dominada por homens, com produtos idealizados para o público masculino começa a ganhar novos contornos com mulheres liderando as principais tendências globais na área.


“Sexualidade feminina vai além do erótico: é sobre ciclos, libido, menstruação, gravidez, puerpério, menopausa e precisamos tirar esses assuntos do tabu”, reflete Marina Ratton uma das palestrantes do evento e CEO da startup Feel. A marca de produtos femininos naturais como lubrificantes e blends, tem formulações veganas que atendem as preocupações e desejos específicos das mulheres. A validação da necessidade de produtos voltados para o público feminino aconteceu logo no lançamento da marca, quando a Feel vendeu todo o estoque de dois meses em apenas duas semanas.


A Lilit também é outro exemplo de sextech que nasceu para atender aos desejos e necessidades das mulheres. A criadora da marca, Marilia Ponte, palestrante confirmada no SXtech [BR] Talks, lançou a Lilit com o propósito de colocar em pauta o prazer feminino e desassociá-lo à culpa, vergonha e desconforto. A primeira solução da marca é o bullet Lilit, um vibrador à prova d’ água, que também superou as expectativas de venda. De acordo com Marília o fato da Lilit ser feita por mulheres e para mulheres é um grande diferencial no design da experiência. “Sempre fiz uma provocação de como gostaria de ter começado a usar um vibrador, desde a experiência de compra à embalagem, do discurso da marca ao conteúdo educacional envolvidos. A ideia é acompanhar toda a jornada das consumidoras”, conta.


Além das palestrantes locais, o evento também conta na programação com a participação especial de duas autoridades globais no tema, Bryony Cole e Andrea Barrica. Pesquisadora e palestrante internacional, Cole também comanda o relatório anual Future of Sex, considerado um dos principais indicadores do setor. Em sua participação no SXtech [BR] Talks, Cole irá revelar inovações tecnológicas que estão por vir e mostrar como elas devem impactar na sexualidade e na forma como nos relacionamos. Andrea é autora do Livro Sextech Revolution e também CEO da O.School, plataforma de mídia para uma Educação Sexual livre de julgamentos.


A edição ainda trará um tema relevante para empresas que buscam investimento e desejam começar na indústria. A fundadora da B2Mamy, Dani Junco, empresa de educação que conecta mães ao ecossistema de inovação e tecnologia e Rafaela Basseti, fundadora da Wishe, grupo de investimento focado em startups lideradas por mulheres e sócia da B2Mamy, vão falar sobre como o ecossistema pode apoiar o fomento das iniciativas de Sextechs.


Diversidade e acessibilidade também estarão na pauta do SXtech [BR] Talks, com as speakers Simara Conceição, empreendedora, transformadora digital e influencer. Simara trabalha pela inserção de mulheres na área de tecnologia e estará ao lado de Gaia, idealizadora do projeto Meu Clitóris Minhas Regras. As palestrantes irão debater como a aproximação entre as diferentes comunidades podem ajudar a legitimar e promover um ecossistema de inovação em Sextech, colaborativo, diverso, inclusivo e livre de estigmas.


Para participar da primeira edição do SXtech [BR] Talks basta se inscrever no site do evento: www.sxtechbr.com


Serviço:

SXtech [BR]

Dia 15 de dezembro, terça-feira

Horário: a partir das 20h

Ingressos: Participação gratuita

Inscrições: www.sxtechbr.com

Confira a programação completa: https://www.sxtechbr.com/

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem