Para recomeçar: psiquiatra dá dicas para manter as resoluções de ano novo

 

Luan Diego_Divulgação

A chegada do ano novo é sempre um momento onde se faz um balanço da vida, comemoram-se as conquistas que se teve e se planeja novas metas e mudanças para o ano que vai chegar. E 2020 não foi um ano fácil. Então, esta é uma época de esperança, de recomeço, uma nova chance de conquistar os sonhos e de corrigir o que não está funcionando muito bem. 

 

Para o psiquiatra Luan Diego Marques, essa revisão sobre as atitudes que se passaram é um hábito que faz bem para a saúde psicológica, segundo ele é importante observar tanto os aspectos negativos quanto os positivos para utilizar o balanço dessas ocasiões como aprendizado. “Não é algo ritualístico e nada nesse sentido, mas sim de ter um momento para pensar em como está sua vida no presente e como você se sente em relação a isso. É preciso ter clareza nos pensamentos para saber aonde queremos chegar”, diz o especialista. 

Segundo o médico, para alcançar as metas das promessas de ano novo, o ideal é se conscientizar que não existe perfeição e aprender a conviver com as próprias limitações. “Não existe vida perfeita, não podemos nos exigir tanto, o ideal é lembrar que o que gera insatisfação e infelicidade é a nossa expectativa para com a vida e com as pessoas que estão a nossa volta. Quando temos uma exigência exacerbada para que a vida seja exatamente como queremos, não aceitamos que somos parte de um todo e isso interfere diretamente na realização dos nossos planos”. 

Uma dica do especialista para atingir o objetivo que almejamos é pensar sempre que somos seres que vivemos de ação e reação, ou seja, como agimos sempre reage no outro. “Se quero mudança preciso ser o início dela. A partir dessa consciência é que temos motivação para conseguir colocar em prática nossa mudança de atitude e assim concluir com êxito todas as nossas promessas de ano novo”, ressalta. 

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem