Dia 26/01 marca o combate e prevenção da hanseníase: Máscaras de proteção previnem a contaminação

 

Imagem Divulgação - Hanseniase



Considerada crônica, transmissível, porém, tem cura. Ela atinge tanto a pele quanto os nervos periféricos, podendo causar surtos reacionais intercorrentes e gerar incapacidades e deformidades físicas. Relata-se ser uma das doenças mais antigas, casos foram registrados há mais de 4000 anos, na China, Egito e Índia.

A médica dermatologista, Dra. Wanessa Simão, explica que a transmissão se dá de uma pessoa doente sem tratamento para outra, após um contato próximo e prolongado. Pode ser através das vias aéreas (secreções nasais, gotículas da fala, tosse, espirro) o uso de máscaras de proteção é mais uma forma de prevenção. “A doença tem cura e o tratamento é gratuito e oferecido pelo Sistema Único de Saúde, em unidades de saúde espalhadas pelo Brasil. A partir do início do tratamento, o paciente deixa de transmitir a doença”, observa a especialista.

A Sociedade Brasileira de Dermatologia determinou janeiro para a campanha Janeiro Roxo, com ações de vigilância, educação e conscientização sobre os sintomas da doença para que a população procure orientação médica para iniciar o tratamento daqueles que tiverem o diagnóstico de hanseníase. O tema da campanha da SBD é “Se a hanseníase é uma doença negligenciada, a nossa saúde não é”. “O paciente deve procurar atendimento caso perceba o aparecimento de manchas em qualquer parte do corpo, principalmente se essa mancha apresentar alteração de sensibilidade”, explica a médica Dra. Wanessa Simão.

No Brasil, cerca de 30 mil novos casos da doença são detectados todos os anos. É um dado alarmante, cujo enfrentamento depende, de um lado, do aperfeiçoamento e implementação plena de políticas públicas.

O tratamento da hanseníase é de forma medicamentosa, a partir do momento que o paciente inicia o tratamento ele deixa de transmitir. E o ideal é levar o tratamento até o fim para que seja realizado de forma completa.

Serviço:
Derma Prime – Dermatologia e Otorrinolaringologia
www.clinicadermaprime.com.br/

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem