Dia Mundial do Braile desperta o alerta sobre a cegueira

 

Braile - divulgação


A deficiência visual pode ser adquirida nos primeiros anos de vida, devido a alguma causa genética, neurológica ou até mesmo devido a algum acidente sofrido ao longo da vida. No Brasil, atualmente há mais de 1,2 milhão de cegos, e de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), calcula que cerca de 60% das cegueiras são evitáveis. Trazendo para a realidade brasileira, quase 700 mil brasileiros que são cegos, poderiam estar enxergando bem, se tivessem recebido atendimento e tratamento oftalmológico precoce.

A plena saúde dos olhos vai além dos cuidados oculares. Outras doenças como a pressão arterial, ocular e a diabetes tem papel importante, pois em casos extremos podem causar a cegueira, além da deficiência de vitamina A no organismo, principalmente em crianças também pode ser uma das causas. A médica oftalmologista da Auge Oftalmologia, Marcia Godoy destaca o papel da retina na visão. A retina se caracteriza por uma fina camada de células que reveste a parte mais interna do olho. Ela é responsável por transformar o estímulo luminoso num estímulo neurológico, sendo transmitido ao nervo óptico. “O nervo óptico leva estas informações para o cérebro que, após seu processamento, transforma no que chamamos de visão. Portanto a retina não pode ser transplantada ou trocada, por isso qualquer dano que ocorra, pode ser irreversível”, destaca a oftalmologista retinóloga.


Em grande maioria, as doenças da retina são consideradas graves e se elas não forem tratadas de imediato, podem resultar na cegueira irrecuperável. Doenças como o diabetes e a hipertensão arterial podem causar danos à retina e desencadear na perda da visão. “Pacientes diabéticos e com hipertensão necessitam de acompanhamento constante para avaliação do quadro clínico”, acrescenta a Dra. Marcia Godoy.

Quando o paciente deixa de ter a visão por completo, se faz necessário utilizar ferramentas para que tenha uma vida adaptada as rotinas no dia a dia, desde o uso de equipamentos eletrônicos com o serviço de ativação por voz, acesso a internet em sites com acessibilidade braile. A propósito o sistema Braile foi desenvolvido pelo francês Louis Braille, no ano de 1925. Essa iniciativa veio depois de ficar cego, ocorrido por um acidente na oficina de seu pai. Atualmente diversos livros, sinalizações de acesso em prédios, transporte público estão disponíveis para os usuários. Porém, ainda é uma parcela muito pequena, de acordo com a União Mundial de Cegos, apenas 5% dos livros em todo o mundo são transcritos para o braile.

Corpo Clínico
DRA. MÁRCIA MOREIRA GODOY


Oftalmologista, responsável pelo departamento de Retina e Vítreo da Auge Oftalmologia. Formada em Medicina pela Faculdade de Medicina de Petrópolis – RJ.
Residência Médica em Oftalmologia Geral pelo MEC.
Observer Doctor pelo “Julies Stein Eye Institute – UCLA (Universidade da Califórnia) Fellow Ship em Retina e Vítreo no Hospital São Geraldo da UFMG.
Membro da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo.

Serviço:
Auge Oftalmologia
Brasília Medical Center – SGAN 607 Bloco A Salas 309/310 – Asa Norte
Contato: (61) 3322-6000
www.augeoftalmologia.com.br
Siga também os perfis nas redes sociais.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem