CONHEÇA UM POUCO A GASTRONOMIA GREGA

A culinária grega é uma das mais belas do mundo. Tipicamente mediterrânea, é composta por pratos coloridos, ricos em sabor, aromáticos, fartos e com um ponto marcante: o uso de ingredientes frescos, in natura e orgânicos.


Skordalia, purê de batata com nozes e amêndoas / Foto: Divulgação


Também considerada uma das cozinhas mais saudáveis, baseia-se no que a produção local disponibiliza, sendo diversa e rica em alimentos, pois, além de verduras, legumes e frutas, utiliza carnes, peixes e frutos do mar, todos geralmente grelhados, e muito azeite.


O azeite é um dos ingredientes mais marcantes da cozinha grega. Em seguida, vêm os peixes e frutos do mar, como marisco, polvo e lula. As carnes são de cordeiro, porco, cabras, ovelhas, cabritos, frango e coelhos. E os animais são de porte pequeno, porque a região não tem espaços grandes para a criação de gado, motivo da raridade das carnes de boi. Por isso, os pratos mais tradicionais gregos levam em suas receitas a carne de carneiro.


Embora a cevada seja bastante consumida, o cereal básico do prato grego é o trigo. Incluem na culinária grega tomate, berinjela, ervilha, quiabo e cebola. Pratos com peixe também são comuns, especialmente nas regiões costeiras. Derivados do leite também ganham destaque — queijos e iogurtes à base de leite de vaca ou ovelha aparecem em várias receitas misturando texturas e sabores.


Para compor os pratos, utiliza-se em grande quantidade tomate, pimentão, cebola, berinjela, batata, abobrinha, vagem e quiabo, assim como feijão-branco,grão-de-bico, azeitona e folhas de uva, temperados com tomilho, orégano e ervas finas. O mel e o iogurte natural completam a lista, além do limão. Frutas frescas e secas, como nozes, amêndoas e pistache, também estão presentes nos pratos gregos. Destaque para os queijos de cabra e feta, e para o pão pita, semelhante ao pão sírio.


Na gastronomia grega atual, a religião desempenha um papel muito importante. Grande parte da população é cristã ortodoxa e os costumes culinários variam de acordo com o calendário religioso, as festividades e as práticas de jejum. A Páscoa representa a comemoração mais importante. Durante a quaresma, não é permitido o consumo de carnes ou lácteos, apenas vegetais, peixes, frutos do mar e, em alguns dias, o azeite. O domingo de Páscoa é celebrado com cordeiro assado na brasa, acompanhado de saladas e iogurtes. As restrições alimentares citadas transformam a cozinha grega em uma boa opção para os vegetarianos.

Poste um Comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem