E se a sua rotina incluísse você?

Você sabia que gerenciar melhor sua rotina é uma atitude preventiva ao adoecimento? Aprender a manejar o tempo, as relações, responsabilidades e atividades diárias, sem se desconectar de você, de seus valores e do que lhe traz sentido, é sinônimo de bem-estar físico e mental.


Rotina / Foto: Freepik


Nosso contexto atual é muito dinâmico, tudo acontece cada vez mais rápido, o famoso "pra ontem", metas a serem batidas, cobranças constantes, boletos a serem pagos, com tudo isso facilmente entramos numa espiral de pressões e preocupações. Neste cenário, ligamos nosso piloto automático e seguimos fazendo, fazendo, fazendo... Cada vez mais a sociedade do desempenho é formada por indivíduos "exaustos e correndo e dopados" como bem descreveu a jornalista Eliane Brum. Nesse sentido nos tornamos apenas reativos, e deixamos de nos perceber, de nos priorizar e de fazer escolhas, com isso vamos nos desconectando de quem de fato somos, fazendo surgir um vazio existencial que invariavelmente nos leva ao sofrimento.


Na esteira das mudanças trazidas pela Pandemia, registra-se uma importante reflexão: a possibilidade de perceber como estávamos vivendo e a partir do novo contexto pandêmico repensarmos como gostaríamos de viver. Afinal, o que é realmente necessário em nossas vidas? Talvez, nosso conceito de prioridade tenha sido ressignificado pela chegada do vírus da Covid-19 em nosso cotidiano.  E aí fica claro a necessidade de cuidado mais atento com a gestão do nosso tempo e de nossa rotina. Se esses não eram alvos de sua atenção, reconsidere! Uma vez que, se não administrarmos nosso tempo entre as responsabilidades, atividades diárias e nossas necessidades pessoais, fatalmente vamos  experimentar os efeitos negativos da ansiedade e do estresse.


E nesse aprendizado definir quais são as prioridades, nos ajuda a não cair na armadilha adoecedora de ter que "dar conta de tudo", ela é a responsável por chegarmos ao fim do dia exaustos e com a sensação de que não fomos produtivos o suficiente. 


Ao definir suas prioridades a fim de ter uma gestão do tempo mais saudável e sustentável a longo prazo, não esqueça de incluir você! De conectar-se com você mesmo e suas necessidades mais íntimas. Muitas vezes, pequenas pausas de autocuidado, já são suficientes  para renovar suas energias e seguir em frente com o que precisa ser feito.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem