Entregador do DF viraliza nas redes sociais ao deixar bilhetes para os clientes

 

Gabriel Santos - Reprodução Instagram



O entregador Gabriel Santos, de 25 anos, viralizou nas redes sociais ao deixar bilhetes escritos à mão para seus clientes durante suas entregas por aplicativo em Brasília (DF). As informações são do site Tilt, do UOL.

Gabriel decidiu aproveitar as entregas de comida que fazia para divulgar seus trabalhos como trancista e professor de inglês, e explicou que o trabalho como entregador era sua fonte de renda durante a pandemia de Covid-19.

Em um dos bilhetes deixados por Gabriel e compartilhado nas redes sociais por uma cliente, ele escreveu: “Oi! Tudo bem? Espero que sim! Hoje fui seu entregador e espero que aproveite sua refeição! Essa é minha fonte de renda atualmente, pois moro sozinho e a correria não para. Aluguel não vai esperar o lockdown acabar. Também sou trancista, multiartista independente e professor de inglês autônomo (…) Muito obrigado!”.

A cliente disse que gostou do recado deixado por Gabriel e decidiu compartilhar com seus amigos nas redes. “Eu pedi um lanche pelo Uber Eats, e o entregador colocou esse bilhetinho… Eu achei tão fofinho, pq ele escreveu a mão (sic)”, disse no Twitter.

À reportagem, Gabriel, que pedala entre 25 e 35 km por dia no trabalho, disse que desde quando começou a fazer as entregas, em julho de 2020, já durante a pandemia, ele decidiu mandar os bilhetes.

“Procuro escrever sobre a minha vida, mostrando a realidade de quem vive sozinho e depende de um emprego para pagar o aluguel”, disse o rapaz, que ganha cerca de R$ 50 por dia de trabalho.

Por conta do sucesso das mensagens, seu perfil no Instagram saltou de pouco mais de 2 mil seguidores para mais de 36 mil. Ao UOL, ele contou um pouco sobre essa nova faceta nas redes sociais.

“É uma sensação muito boa, mas dá um pouco de medo. É um número muito alto em pouco tempo, ganha um peso de responsabilidade. Parei para pensar que estou conectado com mais de 30 mil pessoas, e preciso mostrar o que acredito e o que eu sou”, disse.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem