Treze novos furgões renovam a frota da Polícia Militar do DF


Treze novos furgões foram adquiridos pela Polícia Militar (PMDF) já devem estar nas ruas, a partir desta segunda-feira (15), reforçando a frota de veículos da corporação. Um investimento de R$ 1,89 milhão feito pela PMDF, que vem incrementando seu conjunto de viaturas com a chegada de carros, motocicletas, caminhões, embarcações aquáticas, entre outros.


Com amplo espaço, essas viaturas servem para o apoio logístico e operacional ao policiamento 
Foto: divulgação PM


Recentemente, a polícia incorporou à sua frota 442 novas motos – entre os modelos 250 cc, 800 cc e 850 cc, com um custo de aproximadamente R$ 15,3 milhões. Além disso, foi finalizado o registro de preços e autorizada a compra de 44 viaturas descaracterizadas para uso em atividades de inteligência, 40 vans para transporte da tropa, além de duas motos aquáticas (jet-skis) e quatro lanchas.

 

“Há nove anos a polícia não adquire furgões. Os nossos estavam muito obsoletos e a maioria já foi à leilão”, explica o major Marilo Leite.


“Desde o começo desta gestão, o governo se comprometeu em equipar e renovar a frota de nossas polícias. Isso amplia e valoriza o trabalho dos profissionais que estão na linha de frente”, ressalta o secretário de segurança, Anderson Torres. “Os furgões serão mais uma ferramenta para que a criminalidade no Distrito Federal continue em queda”, complementa.



Com amplo espaço, essas viaturas servem para o apoio logístico e operacional ao policiamento. Nove serão usadas no transporte de materiais utilizados em grandes operações, como cones, barreiras, “camas-de-faquir” (equipamento com pontas colocado nas pistas) – presentes na fiscalização -, e outros utensílios. Os outros quatro veículos serão destinados ao 19º Batalhão de Polícia Militar (BPM) para o transporte de presos militares. Eles têm capacidade para 12 pessoas sentadas.


Respaldo nas operações

A chegada desses veículos era um pleito antigo, como lembra o chefe de transportes do Departamento de Logística e Finanças da corporação, major Marilo Leite. “Há nove anos a polícia não adquire furgões. Os nossos estavam muito obsoletos e a maioria já foi à leilão”, explica.



O militar reforça que as novas viaturas são fundamentais no dia-a-dia de trabalho. “Não se trata de uma viatura que executa o patrulhamento diário. Todavia, dão todo o respaldo nas operações e são fundamentais no transporte de equipamentos. Às vezes, levamos até peças para outros carros nossos”, observa Leite. Os novos automóveis são do modelo Renault Master – L1H1, possuem motor a diesel 2.3 e 130 cv de potência.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem