Vitrine FAC mostra texto dramático em canal do YouTube

Projeto da Secretaria de Cultura visa dar visibilidade aos grupos locais apoiados por recursos públicos / Imagem: Divulgação/Secec

O grupo Os Dramátikos começa a fazer interpretações sobre texto dramático nesta terça-feira (9), às 21h, em canal do Youtube. É mais uma ação do Vitrine FAC, criado este ano para divulgar inciativas culturais apoiadas com recursos públicos do Governo do Distrito Federal (GDF).

São investidos R$ 98 mil do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), gerido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec). Com a aplicação desses valores, são gerados 60 empregos — 15 diretos e 45 indiretos. As verbas são destinadas à promoção de artistas que atuam no mercado local,

A readaptação dos espetáculos presenciais para o formato on-line representa uma alternativa de renda para os profissionais do setor artístico, que foi fortemente atingido pela pandemia

Prossegue a temporada on-line até o dia 15 de abril, sempre às terças e às quintas-feiras, no mesmo horário. Para a temporada on-line, as obras escolhidas estão relacionadas com o conteúdo dramático e musical do PAS/UnB (Programa de Avaliação Seriada).

Os Dramátikos surgiram há cinco anos. A alternativa permite a geração de renda em plena pandemia, o que afetou fortemente as atividades presenciais em teatros e outros locais públicos.

O grupo desenvolve um importante projeto de valorização do texto dramático, aquele que, por natureza da linguagem, necessita do corpo do intérprete para se realizar. Nesta terça, haverá a leitura do clássico “Ifigênia em Áulis”, de Euripides, poeta trágico grego, que foi apresentada pela primeira vez no ano 405 Antes de Cristo.

“É necessário ressaltar que a economia está praticamente parada e especificamente o setor cultural tem sofrido ainda mais que outras vertentes” Abetê Queiroz, ator do grupo Os Dramáticos

Readaptação virtual

A iniciativa da Secec, que previa inicialmente apresentações e oficinas presenciais, teve que ser readaptado para transmissão pela internet devido à pandemia da covid-19.

Esse trabalho é continuação de projeto permanente e independente que, há cinco anos, faz parte da programação do Teatro Goldoni, e, há um ano, é fomentado pelo poder público virtualmente. Estão previstas oficinas e leituras on-line e gratuitas, com público estimado de mais de trinta mil espectadores.

Em entrevista à Assessoria de Comunicação da Secec, o ator Abaetê Queiroz contou sobre o projeto e a importância do FAC para sua realização:

Abaetê Queiroz, em apresentação on-line: previsão é 32 mil espectadores / Foto: Divulgação/Secec

Entrevista — Abetê Queiroz 

Qual a importância desse fomento do FAC para o projeto do grupo Os Dramátikos?
É de fundamental importância. Seria impossível contratar 15 profissionais com tamanha relevância no mercado local e nacional, sem esse fomento. É necessário ressaltar que a economia está praticamente parada e especificamente o setor cultural tem sofrido ainda mais que outras vertentes. Dessa maneira, injetar dinheiro nesse projeto garante a dignidade e sobrevivência direta das pessoas envolvidas, sustenta a pesquisa e produção cultural, auxilia os estudantes de Ensino Médio e beneficia o público em geral com produtos de qualidade, seja em Brasília, no Distrito Federal, seja no mundo, uma vez que as atividades são executadas na internet.

Qual o impacto cultural e social do projeto?
É imensurável. Imaginamos que o impacto se dá na criação de público ilimitado, uma vez que é gratuito e está disponível na internet. É cultural, pois aproxima as mais diversas obras e estilos literários de toda população, com adaptações sintéticas e divertidas. É educativo, pois aborda o conteúdo dramático e musical do PAS/UnB. E, principalmente, é pesquisa de uma nova linguagem, tendo em vista que a adaptação estética do teatro para o universo on-line ainda está em desenvolvimento.

Qual o alcance do projeto? Há estimativa de quantas pessoas serão impactadas por ele?
A previsão é atingir cerca de 2.000 pessoas por vídeo, totalizando cerca de 32 mil espectadores. Além disso, as leituras são realizadas ao vivo, todas as terças e quintas-feiras até o mês de abril e arquivadas na página do Youtube do grupo Os Dramátikos, com acesso irrestrito para quem não conseguir assistir ao vivo. Os vídeos arquivados na plataforma serão todos legendados. As seis primeiras obras são destinadas aos alunos de Ensino Médio que se preparam para o PAS. As dez obras seguintes são de autores nacionais e internacionais. No mês de maio, estão previstas duas oficinas técnicas de leitura dramática, em formato on-line, destinadas ao público em geral, atores, diretores e amantes das artes.



from Agência Brasília https://ift.tt/3ewLI7M
via IFTTT

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem