Rodrigo Mena Barreto - Ele faz a Dança no DF

“A dança para mim é muito sagrada, a dança para mim é rezar com os pês. Ela é meu maior pilar de sustentação, é o que me construiu como homem, pessoa, filho, amigo e artista. Ela faz parte da minha personalidade.”

Hoje vou ‘tentar’ te contar a inspiradora história de dança e vida de um artista que abriu mão de uma vida “normal” para se dedicar a dança e ser uma das personalidades referenciada, não só em nossa cidade, mas no Brasil. De um dos três: - ou você já fez aula com ele, - ou você conhece ele, -ou você já ouviu falar o nome dele.

Rodrigo Mana Barreto é bailarino, coreografo, professor, diretor geral da Duo Cia de Dança e coordenador da escola de dança Lúcia Toller. Através da dança ele conseguiu: viver e sobreviver de arte, mas nem sempre foi assim.

Em sua adolescência a dança era um hobby, a televisão era por onde aprendia os passos da sua época. Aos domingos o programa Fantástico que trazia as novidades do mundo, era aguardado ansiosamente por Rodrigo, pois ele sabia que viria clipes inéditos do seu ídolo Michael Jackson.

E quem de longe o observava e o fez ver a dança como um caminho a ser seguido como profissão foi a sua mãe. Conta Rodrigo, com muita emoção, que os primeiros a apoiar sua carreira foram seus familiares. Partiu da sua mãe a iniciativa de falar sobre a importância de ir em busca formação na dança.

Esse despertar fez com que os dois saíssem por Brasília em busca de uma bolsa de estudos em todas as escolas de dança, da época, porém não era de costume dar bolsas, eles levaram muitos não. Sua família não tinha condições de bancar suas aulas na época, esse seria o gatilho para que a história tomasse um outro rumo, se não fosse a base forte de uma mãe, que prospectou no filho um sonho quase que impossível, nada teria dado certo!

-Sabe aquela história onde o “NÃO”, iremos transformar em futuros “SIM”?! Pois então, a dança tem dessas coisas, que parece história de filme.-

Eles não desistiram, nesse momento toda a família já sabia da sua vontade de estudar dança e foi aí que uma tia se propôs a pagar metade das aulas. Assim foi, sua força de vontade fez com que desbravasse nesse cerrado conquistando seu espaço, que consequentemente abriu caminhos para tantos outros bailarinos. Uma das características que ele trás em suas aulas é o espaço para os alunos bolsistas, que se destacam não só por ter uma excelente técnica, mas por ter comprometimento e assiduidade com a Dança.

Rodrigo Mena Barreto - Arquivo pessoal 

Há mais de 20 anos fazendo da dança o seu caminho, suas experiências e formações são inúmeras; Começou na Royal Academia de Ballet e Dança (era situada aqui em Brasília, na W3 Norte, escola não existe mais) lá ele teve contato com os estilos diferentes estilos de dança. Durante quase 5 anos se fez presente nessa escola, lugar onde deu seus primeiros passos para participar de festivais nacionais e internacionais, e muitos desses festivais foi premiado.

"na academia tive o primeiro contato com balé clássico, jazz, dança moderna e dança contemporânea. Aquilo tudo foi surpreendente, mágico. Foi viciante! Na primeira aula vi que seria um desafio, pois o balé é uma modalidade muito complexa e difícil."

Na busca de se profissionalizar tomou como rumo o método do balé cubano, para isso seu destino era certamente Cuba. Durante algum tempo se dedicando aos estudos sentiu que precisava buscar uma formação com a técnica mais especifica para o homem na dança clássica, foi quando teve a oportunidade de retornar para casa, em Brasília (2009) teve a oportunidade de estudar a técnica Vaganova no Instituto Ballet Brazil com duas personalidades importantes do balé Russo o Sergei Alexandrov e a Nadejda Alexandrova.

Com o seu retorno, sua presença era requisitada em diversas academias - Inclusive algumas das academias que, no passado, te disseram não estavam de portas abertas para recebê-lo. Ele foi primeiro bailarino em diversas cias e escolas e teve a oportunidade de estrear em grandes teatros, como por exemplo, Teatro Nacional. E ele fez cada oportunidade valer a pena! Deu seu nome.


Após terminar mais essa formação no balé Russo a sede de conhecimento pela dança fez com que ele alçasse voo para Nova York (2011), momento que aprofundou seus estudos na técnica de Jazz, Jazz Broadway, Jazz contemporâneo. Sua pratica nesses estilos já acontecia desde sempre, mas ele sentia a necessidade de algo mais profissional, seu desejo era conhecer o que havia de melhor no mundo do que acontecia nessas modalidades.

Para isso foram anos de dedicação e muitas viagens ente Nova York (2012), Los Angeles (2013), Las Vegas (2014), Miame (2016) para se especializar nas modalidades do Jazz e suas vertentes e a dança contemporânea. A pesar de ir para fora em busca de conhecimento Rodrigo sempre escolheu e fez questão em escolher Brasília pra fazer sua morada e lugar de destino para semear seu aprendizado e suas experiências.

“Sou morador de Brasília, nascido em Brasília, sou daqui, nasci aqui e permaneci aqui por toda a minha carreira. Em alguns momentos tive que sair, viajar, me especializar; mas escolhi ficar. Fazer dança e trabalhar com dança aqui. Tenho muito orgulho de ter feito parte da história da dança em Brasília e a história de dança em muitos bailarinos que passaram por minhas aulas".

Rodrigo Mena Barreto já consolidou seu nome e deixa seu legado em nossa cidade como bailarino, coreografo, diretor artístico e um ser humano de coração bom, ele já conseguiu realizar muitos sonhos, dele e dos que estão a sua volta, através da dança, mas conta que ainda tem muitos a serem realizados.

Parabéns Rodrigo! Sua ‎história inspira e faz crer mais e mais que a dança pode ultrapassar a utopia. E possível viver.

Cara (o) leitora, quer saber mais sobre o Rodrigo Mena Barreto?? Acompanha ele nas redes sociais e suas plataformas digitais.

O'hana Proença

instagram Sou O’hana Proença, pedagoga, bacharel em Teatro. Com especialização em Dança e Consciência Corporal e Gestão Cultural. Atualmente sou coordenadora do projeto internacional Momentos - Brasil e colunista do Cadê Brasília. Por aqui vou trazer informações e conhecimento sobre arte, dança, música, teatro, circo.

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem