Mais 13 km de estradas recuperadas no Gama

Os moradores do Gama recebem os trabalhos do GDF Presente e, em duas semanas, o programa realiza uma série de melhorias na cidade. Na área urbana, quem mora perto da entrada da cidade, vai ganhar uma pista de cooper renovada até o final da semana. Na área rural, cinco quilômetros de estradas de terra foram recuperadas e outros 8 km receberão ajustes até sexta-feira (25) quando o Polo Sul II encerra as ações por lá.

São cerca de 4 km de pista de cooper ao longo da DF-480, a pista por onde passa o BRT. Ela é usada pelos moradores para fazer caminhadas de manhã e no final do dia. Mas, o tempo apagou a sinalização no asfalto, que será refeita pelo Departamento de Trânsito (Detran).

Para preparar a pista para receber a pintura nova, os servidores da administração regional, com apoio dos reeducandos do programa Mãos Dadas, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), limparam e capinaram o local na semana passada.

Para preparar a pista de cooper para receber a pintura nova, os servidores da administração regional, com apoio dos reeducandos do programa Mãos Dadas, da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape), limparam e capinaram o local na semana passada | Foto: Divulgação/GDF Presente

A administradora do Gama, Joseane Feitosa, conta que a pista é muito usada pelos moradores e adianta que a administração tem um projeto para construir uma ciclovia do outro lado da rodovia.

“Passam muitas bicicletas por ali”, diz. Segundo ela, uma emenda de R$ 650 mil do deputado João Donizete já foi destinada para a execução do projeto.

As estradas de terra da região da Ponte Alta também recebem cuidados. Há duas frentes de trabalho. Uma delas, que atua desde a semana passada, está na parte norte da Ponte Alta, no Núcleo Rural Casa Grande.

Nesse setor de chácaras, que ainda mantém características rurais, cinco vias já foram patroladas, totalizando 5 quilômetros, e outras quatro serão recuperadas, o que dará mais fluidez para a passagem de caminhões com a produção rural em outros 5.

Na Ponte Alta Sul, onde o trabalho começou na última segunda-feira (21), mais três quilômetros de estradas de terra receberão a patrol e a compactação de Restos de Construção Civil (RCC) cedidos pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

“As chuvas do primeiro trimestre danificaram as estradas. Estamos fazendo agora a correção dos trechos mais intransitáveis. Mas vamos voltar no mês que vem para fazer um trabalho preventivo para as próximas chuvas”, afirma o coordenador do Polo Sul II, Germano Guedes Leal.

As máquinas do Polo Sul II e as da administração também dão apoio para a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) na recuperação do asfalto da Avenida Paulo Hungria, mais conhecida como Rua do Comper. A via, de 700 metro de extensão, vai ganhar asfalto novo. As equipes também construíram um balão na DF 290, para servir como retorno e facilitar o trânsito no local.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem