Voo inaugural consolida Brasília como eixo turístico

O voo inaugural da Itapemirim Transportes Aéreos (ITA) saiu nesta terça-feira (29), do Aeroporto de Guarulhos com destino a Brasília, e consolidou a capital como um eixo forte do turismo interno e um dos destinos mais procurados do país.

A cerimônia comemorativa da primeira viagem do Airbus A320 foi marcada pela presença de autoridades do setor de Transporte e de Turismo do governo federal, do Distrito Federal e de outros estados, além de parlamentares.

Batismo das águas de uma aeronave é símbolo de inauguração do setor aéreo. Rota vai trazer mais turistas para a capital, gerando emprego e movimentando a economia | Foto: Claudio Gerber/Setur

A bordo do primeiro voo, estavam o presidente da companhia Itapemirim (ITA), Sidnei Piva, diretores, colaboradores e convidados. Eles desembarcaram no Hangar 32 do Aeroporto Internacional Juscelino Kubistchek para comemorar o batismo de águas da aeronave, símbolo de novo marco na trajetória da empresa, já consolidada no transporte rodoviário.

“A Itapemirim inaugurando suas atividades por Brasília é uma demonstração de que o futuro é agora, de que o turismo já está numa retomada forte e que Brasília é o centro para uma experiência única como destino turístico para todos os brasileiros Vanessa Mendonça, secretária de Turismo

Entre os convidados estavam o presidente da Inframerica (que opera o Aeroporto de Brasília), Jorge Arruda; os presidentes da Embratur, Carlos Brito e da Infraero, Hélio Paes Júnior; a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, e os secretários de Turismo da Bahia e do Rio de Janeiro, Maurício Bacellar e Gustavo Reis, respectivamente.

Legado e reinvenção

O presidente da ITA destacou que uma empresa não consegue se construir por completo se não tiver parcerias. “Um dos nossos maiores parceiros são as agências de turismo, os profissionais do turismo. Nós estamos no melhor momento do país, estamos saindo da pandemia da covid-19 pela vacinação e estamos construindo a história”, afirmou.

Para o presidente da Inframerica, a entrada do Grupo Itapemirim foi um ato de coragem e o momento escolhido para o início das atividades é estratégico para o setor, tanto pelo empenho do governo federal, para a retomada do tráfego aéreo, quanto para a retomada do turismo interno. “A Itapemirim não vê limites na terra e nem no céu”, reforçou.

A secretária de Turismo, Vanessa Mendonça, e diretores da Embratur no interior da aeronave da ITA, que tem entre seus diferenciais mais espaço entre as poltronas | Foto: Claudio Gerber/Setur

Retomada econômica

Durante a cerimônia de lançamento, Vanessa Mendonça afirmou que a chegada do voo da Itapemirim marca um novo modelo de conexão e que Brasília se consolida como um eixo forte hoje para o turismo interno. Disse ainda que o turismo no Brasil e em Brasília será a grande virada de chave para a retomada econômica.

Para a gestora pública, o início das operações da companhia aérea pela capital federal tem um significado relevante: “A Itapemirim inaugurando suas atividades por Brasília é uma demonstração de que o futuro é agora, de que o turismo já está numa retomada forte e que Brasília é o centro para uma experiência única como destino turístico para todos os brasileiros”, acentuou.

Voo, aeronaves e diferenciais

A ITA inicia suas atividades com sete destinos: Brasília, São Paulo, Salvador, Porto Seguro, Curitiba, Porto Alegre e Confins. No momento, a empresa conta com 4 aviões A320, que transportam, cada um, 162 passageiros.

*Com informações da Setur



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem