Corpo de Bombeiros conclui curso e forma 46 oficiais

Foto: Divulgação/SSP

Cadetes do Curso de Formação de Oficiais (CFO), do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), receberam, durante cerimônia realizada nesta segunda-feira (12), o espadim – espada utilizada como honraria em cerimônias realizadas em academias militares. A solenidade marca a primeira fase de instrução dos cadetes, após seis meses de formação, que incluiu treinamentos como combate a incêndio, salvamento e atendimento pré-hospitalar. O evento ocorreu na Academia de Bombeiro Militar, no Setor Policial Sul.

Foto: Divulgação/SSP
A duração do curso de formação chega a dois anos, em regime de internato. O espadim é o símbolo da honra e dignidade do cadete, futuro oficial combatente do CBMDF | Foto: Divulgação/SSP

O secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo, foi escolhido paraninfo pelas duas turmas em formação. “Foram horas de estudo e dedicação. Esta é a primeira fase de uma vida e não apenas do curso de formação. Sinto-me muito honrado em fazer parte desta fase da vida de vocês”, disse o secretário, ao discursar para os 46 cadetes. Em seguida, ele falou da importância da integração nas ações de Segurança Pública. “A primeira palavra para atuação interna e também externa é a integração”, explicou.

A importância da formação dos militares para o CBMDF foi ressaltada pelo comandante-geral da corporação, coronel William Bonfim. “Mais de mil oficiais já passaram por aqui, e muitos deles, atualmente, são comandantes na corporação. Portanto, aproveitem toda a informação que será repassada a vocês”, disse.

A formação

A duração do curso de formação chega a dois anos, em regime de internato. O espadim é o símbolo da honra e dignidade do cadete, futuro oficial combatente do CBMDF. Eles fazem parte das 40ª e 41ª turmas de oficiais do CBMDF.

A fase seguinte de formação dos cadetes inclui estágios operacionais. “O próximo passo inclui a participação dos novos militares em serviços operacionais junto à tropa, com supervisão”, explica o comandante da academia do CBMDF, tenente-coronel Flávio da Costa Portela.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem