GDF apoia ação social em homenagem ao Mandela Day

Em celebração ao Dia Internacional de Nelson Mandela, 18 de julho, a Embaixada da África do Sul promoveu a doação de alimentos e itens de higiene pessoal para uma instituição de acolhimento de crianças e adolescentes, o Larzinho Chico Xavier. A ação foi realizada nesta segunda-feira (19), com o apoio do Escritório de Assuntos Internacionais do Governo do Distrito Federal (EAI/GDF).

A ação conjunta faz parte da campanha Solidariedade Salva, da Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância | Foto: Ananda Vieira/EAI

O Larzinho foi escolhido para receber as doações por meio de uma articulação do EAI que, junto à Embaixada da África do Sul, selecionou a instituição. “Todos os dias crianças e adolescentes são negligenciados ao redor do mundo. Acreditamos que a cooperação entre países é uma maneira eficaz de enfrentar e combater essa negligência e, por isso, é um prazer promover essa doação”, afirma a chefe do EAI, Renata Zuquim.

Além de celebrar o Mandela Day, a doação faz parte da campanha Solidariedade Salva, coordenada pela Subchefia de Políticas Sociais e Primeira Infância do GDF. Representando a pasta, Letícia Carvalho agradeceu aos envolvidos na ação “por não desistirem de fazer o bem”. Além disso, ela agradeceu ao Larzinho Chico Xavier “pelo trabalho tão nobre e tão bonito”.

Para o embaixador sul-africano, Wellington Vusi Mavimbela, “este não é um dia de discursos, mas de ação”. “O legado de Mandela, também conhecido como Madiba, nos inspira a apoiar grupos vulneráveis. Ele lutou por um mundo onde crianças possam ser crianças, lutou para tirá-las da fome, da violência e da vida sem um lar”, explica o embaixador.

O Larzinho

O Lar Infantil Chico Xavier é uma instituição privada, sem fins lucrativos, de acolhimento de crianças e adolescentes em vulnerabilidade social. Segundo o presidente do Larzinho, o empreendedor social Sylvio Pétrus Júnior, “as doações darão ainda mais condições para os cuidados com os pequenos”.

O Lar já atendeu cerca de 300 crianças desde que entrou em funcionamento, em 1995. “Vemos a criança e o adolescente não simplesmente nos aspectos básicos da alimentação, segurança, escola, mas como ser integral. Temos em nosso quadro o cuidado com a parte psicológica, pedagógica. E não importa quanto tempo as crianças ficam conosco; trabalhamos para que elas saiam daqui melhores, porque elas merecem isso”, conclui Sylvio.

Para saber mais sobre o Larzinho Chico Xavier, visite o site https://www.larzinhochicoxavier.org.br/.

* Com informações do Escritório de Assuntos Internacionais 



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem