Papa-lixo vandalizado em Brazlândia é substituído

Nesta quarta-feira (28), o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) entregou aos cidadãos de Brazlândia um novo papa-lixo, substituindo o que foi queimado no fim do mês de junho, na DF 001. Na ocasião, o SLU fez um boletim de ocorrência e acionou a empresa Sustentare, responsável pela prestação de serviço na região, para providenciar a substituição do equipamento.

Os papa-lixos são construídos com material resistente e para durar cerca de 25 anos | Foto: Divulgação/SLU

O diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira, acompanhou de perto a entrega e falou sobre o sentimento de refazer todo um trabalho pensado para atender os moradores por muitos anos.

“Estou feliz por devolver aos cidadãos de Brazlândia um bem que lhe foi tirado de forma criminosa, mas também triste por ter que refazer tudo de novo, gastar tempo e dinheiro. Dinheiro que sai do bolso de todos nós”, disse o diretor-presidente do SLU, Silvio Vieira.

Os novos modelos de papa-lixo têm expectativa de 25 anos de vida útil. Eles são compostos por uma lixeira de inox com tampa em aço com alta resistência, portanto protegida contra chorume ou qualquer líquido que venha a contaminá-la. Na parte externa, o piso é revestido por pedra miracema e, no compartimento interno, tem um contêiner de polietileno dentro da cuba de concreto pré-moldada.

“Quando eu vim morar aqui, o lixo ficava ao sol mesmo, com papéis voando e um monte de sacos amontoados Rosângela Bezerra, moradora

Além da funcionalidade e da qualidade, os equipamentos impactam no visual urbano, já que substituem montanhas de sacos de lixo. O ponto de instalação foi pintado, ornamentado com grama, 12 coqueirinhos e britas brancas. Quem aprovou a iniciativa foi a moradora do Condomínio Parque Nacional, que fica ao lado do papa-lixo, Rosângela Maria Bezerra.

“Quando eu vim morar aqui, o lixo ficava ao sol mesmo, com papéis voando e um monte de sacos amontoados. Aí fechamos o nosso condomínio e resolvemos melhorar, colocando uma lixeira grande, que também foi queimada. O mesmo que fizeram com o papa-lixo. Uma maldade. Um equipamento tão bonito, tão útil para deixar a nossa cidade mais limpa. Estou encantada e emocionada com o resultado que estou vendo agora”, afirmou Rosângela.

Com a sensação de mais uma missão cumprida, Silvio Vieira espera mais conscientização e menos vandalismo. “Espero não ter que voltar aqui ou em qualquer um dos nossos equipamentos para isso novamente. Quero que cada um de vocês cuide dos nossos papa-lixos como se fossem um bem da sua casa”, finalizou.

O SLU pede para que os usuários denunciem caso flagrem atos de vandalismo e mau uso do equipamento. Basta ligar no telefone 162 ou registrar a denúncia pelo site da Ouvidoria Geral.

Segunda etapa

O Distrito Federal conta com 198 papa-lixos em funcionamento. O SLU está na segunda etapa de instalação dos equipamentos, iniciada dia 19 de julho no Lago Norte e no Gama.

Vandalismo e mau uso dos equipamentos públicos devem ser denunciados | Foto: Arquivo/SLU

Ao todo, nesta segunda etapa, serão instalados mais 135 papa-lixos em 18 regiões administrativas: Arniqueira (1), Brazlândia (4), Ceilândia (9), Gama (12), Itapoã (1), Jardim Botânico (1), Lago Norte (10), Paranoá (4), Planaltina (17), Recanto das Emas (13), Samambaia (5) São Sebastião (23), Scia (3), Sobradinho I (6), Sobradinho II (1), Taguatinga (4), Varjão (2), Vicente Pires (12), além de outros sete que ainda estão com localização a definir e serão instalados nos próximos meses.

*Com informações do SLU



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem