Primeira grande obra do Setor de Rádio e TV Sul atinge 81% de execução

Foto: Renato Alves / Agência Brasília

A primeira grande obra do Setor de Rádio e TV Sul (SRTVS), localizado no Plano Piloto, atingiu 81% de execução e tem previsão de entrega para Agosto. A região, que nunca havia passado por uma ampla reforma, ganhou travessias elevadas, estacionamentos novos com pisos intertravados e calçadas de piso polido, serviços já concluídos. O GDF investe R$ 4,5 milhões na reforma, que gera 300 empregos.

Iniciada em setembro de 2020, a obra no SRTVS contempla a readequação do sistema viário, adaptação para acessibilidade, paisagismo, drenagem, pavimentação e sinalização vertical e horizontal. Intervenções que impactam positivamente na vida de 40 mil pessoas que circulam pelo local diariamente.

O setor nunca tinha passado, em toda a sua história, por uma reforma desse porte. “Essa obra assume uma qualidade de tratamento do espaço público que aquele setor nunca teve”, acrescenta a secretária executiva da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Giselle Moll Mascarenhas.

Nos três pontos de entrada, serão usados tons de vermelho, cinza e branco para dar caracterização especial e atrativa. Além disso, os locais de travessia para pedestres terão plataforma elevada – nivelando o asfalto à calçada –, reforçando a prioridade para pessoas em relação aos veículos | Foto: Renato Alves / Agência Brasília

Neste momento, os trabalhadores seguem fazendo calçadas com placas 40×40 cm. Para completar essa etapa, ainda faltam recortes, acabamentos e rejuntes. Os bancos de concreto revestidos em placas já têm 70% dos serviços feitos. No paisagismo, boa parte das árvores já foram plantadas. O que resta, cerca de 20% das mudas, serão logo espalhadas pelo setor.

Depois disso, será feita a sinalização horizontal, a instalação de lixeiras e paraciclos, mobiliário urbano, iluminação na praça e a reinstalação de placas de trânsito, retiradas para a obra.

Ao final dos serviços, o SRTVS terá 20 mil metros quadrados de novas calçadas, 130 bancos e 80 espécies de árvores para garantir sombra.

As calçadas serão largas, com o mínimo de 1,5m e o máximo de 8m, seguindo os moldes dos novos passeios da Avenida W3, com piso pré-moldado.

Nos três pontos de entrada, serão usados tons de vermelho, cinza e branco para dar caracterização especial e atrativa. Além disso, os locais de travessia para pedestres terão plataforma elevada – nivelando o asfalto à calçada –, reforçando a prioridade para pessoas em relação aos veículos.

Outra novidade é que o endereço será uma Zona 30, com velocidade máxima permitida de 30 km/h, como ocorre no Setor Hospitalar Sul. Desta forma, veículos e bicicletas podem compartilhar as vias de forma mais segura. Pensando nas “magrelas”, a obra conta com a instalação de 36 paraciclos – suportes usados para o estacionamento deste tipo de transporte.

“Desde o início da gestão temos trabalhado na revitalização de espaços importantes do Plano Piloto há muito abandonados pelas gestões anteriores. São os casos da W3 sul, da Praça do Povo e do Setor de Rádio e TV sul. Recuperar esses espaços significa resgatar a história e compreender a importância desses centros comerciais e empresariais para a cidade”, destaca o secretário de Obras, Luciano Carvalho.

Para a administradora do Plano Piloto, Ilka Teodoro, a requalificação do SRTVS “vem para resolver problemas históricos como os de estacionamento irregular, acessibilidade, ocupação irregular de área pública”. Ilka comemora que “o setor está sendo definitivamente ordenado e a obra feita com muito capricho”, aponta.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem