Programas sociais mudam vidas e fortalecem a cidadania

O Centro de Referência de Assistência Social (Cras) é muito mais do que um conjunto de paredes de uma instituição pública. Nessas unidades de assistência social, famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco recebem atendimento no Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (Paif) e podem acessar serviços, benefícios, programas e projetos socioassistenciais. Dessa forma, em cada uma das 27 unidades existentes no Distrito Federal, diariamente são realizados serviços capazes de promover mudanças na vida de uma família. Apenas no primeiro semestre deste ano, foram mais de 65 mil atendimentos diversos. Para muitos, esse atendimento é o início de uma nova história.

Jabes enfrentou o desemprego, inscreveu-se nos benefícios do Cras e reconstruiu sua vida | Foto: Renato Rhafael/Sedes
“Agora, eu posso dizer para outras pessoas que é possível chegar lá, se você tiver comprometimento e persistência de correr atrás do que quer” Jabes Afro Dias, servidor da Sedes

Em outras épocas, o técnico administrativo Jabes Afro Dias, de 35 anos, foi um dos usuários da política socioassistencial do DF. Era 2016 e Jabes, como muitos brasileiros, enfrentava o drama do desemprego. Casado, com um filho pequeno, estava pronto para viver mais uma vez os desafios da sua infância, quando as dificuldades batiam à porta diariamente. “Foi uma época dura, mas foi aí que entrou o Cras na minha vida”, lembra.

Motivado pela possibilidade de prestar concurso público sem pagar a taxa de inscrição, ele foi ao Cras da Fercal para atualizar cadastro. Lá, descobriu que os serviços de assistência social poderiam ir além. Nos anos seguintes, programas como Bolsa Família, Bolsa Maternidade e DF Sem Miséria passaram a fazer parte de sua estratégia para garantir a sobrevivência. “Apesar de as coisas estarem difíceis, eu tinha certa segurança”, lembra Jabes, que dessa forma continuou a acreditar nos estudos para melhorar a vida da família.

A última parcela dos benefícios sociais veio no primeiro semestre deste ano. Agora, Jabes não precisa mais desse auxílio. Em 17 de março, seu nome constava no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) como aprovado e convocado para assumir um cargo na carreira de assistência social do DF na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). “Agora, posso dizer para outras pessoas que é possível chegar lá, se você tiver comprometimento e persistência de correr atrás do que você quer”, aconselha o servidor público.

Reconhecimento

Lotado na sede da pasta, Jabes quer pautar a carreira na gratidão. “Sei que muitas pessoas lá fora hoje precisam de algum encaminhamento, e estou aqui para poder trabalhar com a equipe e oferecer isso de volta para a sociedade”, promete.

A importância do papel de cada funcionário da Sedes para o atendimento à população do DF é ressaltada pelo servidor Márcio Silva Mendes, auxiliar no Cras da Fercal. Cinco anos atrás, ele teve o primeiro contato com aquele cidadão que, hoje, se tornou seu colega. “A gente faz a recepção e tenta informar sobre os direitos”, explica o servidor.

Foi assim que um pedido de recadastramento se transformou em uma assistência mais ampla e, em seguida um sonho realizado. “Esse é o dia a dia das equipes dos Cras, que, por meio do atendimento presencial ou telefônico, identificam as necessidades da população e as possibilidades de encaminhamentos sociais”, diz.

Novos servidores

Entre 2020 e 2021, a Sedes convocou mais de 350 novos servidores públicos. São técnicos administrativos, assistentes sociais, psicólogos, agentes sociais, educadores sociais e pedagogos, entre outros especialistas que reforçam o atendimento à população em situação de vulnerabilidade social no DF.

De acordo com a secretária adjunta de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra, as convocações ocorrem em articulação com o governo, como um todo. “A gestão está empenhada em buscar a nomeação para mais aprovados”, pontua. “Esse é um trabalho intenso e constante da equipe”.

*Com informações da Secretaria de Desenvolvimento Social



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem