Áreas de Ceilândia ficam sem água nesta quinta-feira (26)

Nesta quinta-feira (26), a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) dará andamento a mais uma etapa das obras de setorização em Ceilândia. Será feita a interligação de redes de distribuição de água da região.

“Temos caixa com capacidade para um longo período sem abastecimento. Porém, já deixamos a Caesb de sobreaviso para fazer o abastecimento com caminhão pipa, em caso de necessidade” Graziele da Silva, gerente da UPA de Ceilândia

Para a execução dos serviços, será necessário interromper o fornecimento de água, das 8h às 23h59, em alguns endereços da região. Entre eles estão a UPA  e os hospitais de Campanha e o São Francisco. As unidades da rede pública garantem que o desabastecimento não afetará os serviços.

“Temos caixa com capacidade para um longo período sem abastecimento. Porém, já deixamos a Caesb de sobreaviso para fazer o abastecimento com caminhão pipa, em caso de necessidade”, informa a gerente da Unidade de Pronto Atendimento de Ceilândia, Graziele da Silva.

Ainda ficarão sem água as QNNs 28, 30, 32 e 34 de Ceilândia Sul, as QNPs e entrequadras de 1 a 36, em todo o Pôr do Sol, as QNNs 27, 29, 31, 33, 35 e 37 de Ceilândia Norte, além das áreas especiais.

No Sol Nascente, o desligamento afetará a VC 311, chácaras 2, 7, 55, 55B, 57, 58, 61, 91, 92, 92A, 92B, 94 a 96; residencial Rio Verde, 96A, 97, 98, 98A, 99, 101, 107, 108B, 109, 109B, 109/110, 110, 110A, 111D, 122, 126ª; QCS 2 chácaras 111D, 121, 121A, 75 São Marcos; N. S. Aparecida chácara 98A; Residencial Eldorado, chácaras 81, São Raimundo, São Francisco nº 100, 411 T. Irmãos, Nova Canaã; Residencial Pinheiro, Chácara Boa Vista e Condomínio Brasil, chácara 89, além da Q 204. Ainda no Sol Nascente, ficam sem água os trechos 1 e 2.

A Caesb sugere que a população faça o consumo consciente de água até o retorno dos serviços. A companhia informa, ainda, que toda unidade usuária deve contar com reserva de volume mínimo correspondente ao consumo médio diário. Com essa reserva, os usuários são menos afetados com a interrupção no fornecimento de água.

 

*Com informações da Caesb



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem