Escola cívico-militar da Estrutural recebe instrumentos musicais

“Do ponto de vista pedagógico, as atividades musicais são muito importantes e complementares ao processo de ensino” Delegado Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

Como parte das entregas permanentes da Área de Segurança Prioritária (ASP) na Estrutural, foram entregues 72 instrumentos musicais à escola cívico-militar da região, o Centro Educacional 01 (CED 01), nesta terça-feira (31). O material – como flautas, surdos e clarinetes – será utilizado para aulas e formação de bandas musicais e orquestras nas unidades escolares.

“Atualmente, o DF conta com dez escolas de gestão compartilhada, projeto que tem o apoio irrestrito do governador Ibaneis. As aulas de música vão agregar o rendimento escolar dos alunos. Entregamos na cerimônia de hoje 72 instrumentos, mas no total foram adquiridos 720, que serão divididos entre as demais escolas. Do ponto de vista pedagógico, as atividades musicais são muito importantes e complementares ao processo de ensino”, destaca o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo.

Os instrumentos musicais entregues pelas secretarias de Segurança Pública e de Educação ao CED 01 da Estrutural são parte dos 720 comprados para a formação de bandas e orquestras nas 10 escolas de gestão compartilhada do DF | Fotos: Divulgação/Secretaria de Segurança Pública do DF
“Tive o privilégio de estudar música quando criança, de estudar em escola preparatória para escola militar, e a disciplina e ensinamentos que aprendi são essenciais até hoje em minha vidas” Hélvia Paranaguá, secretária de Educação

Para a secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, as aulas são essenciais para o desenvolvimento cognitivo dos alunos. “Tive o privilégio de estudar música quando criança, de estudar em escola preparatória para escola militar, e a disciplina e ensinamentos que aprendi são essenciais até hoje em minha vida. A música sempre esteve presente em nossas vidas e é impressionante como é transformadora. Parabéns a todos os envolvidos”, ressalta.

Um dos critérios para seleção dos alunos que poderão participar das aulas será o desempenho, explica o secretário de Segurança Pública. “Esta será uma forma de incentivá-los a ter melhor rendimento escolar. Neste sentido, é uma iniciativa importante para o processo educacional, além de ser uma atividade complementar com a qual os estudantes se identificam e gostam.”

O secretário executivo de Gestão Integrada, Agnaldo Mendonça, o secretário Executivo de Segurança Pública, delegado Milton Neves, o subsecretário de Prevenção à Criminalidade, Sávio Ferreira, gestores de secretarias e o comandante-geral da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), coronel Márcio Vasconcelos, participaram da cerimônia.

CED 01

O CED 01 da Estrutural, com cerca de 1.100 alunos dos ensinos fundamental, médio e EJA, foi uma das primeiras escolas a receber o modelo de gestão compartilhada, em fevereiro de 2019

A escola atende cerca de 1.100 estudantes dos ensinos fundamental e médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) e foi uma das primeiras a receber o modelo de gestão compartilhada, em fevereiro de 2019.

“Queremos proporcionar um ambiente saudável e seguro aos nossos alunos, com atividades no contraturno, de forma a desenvolver a identidade da escola cívico-militar, com a criação de uma banda, e, além disso, possibilitar o desenvolvimento do potencial dos alunos com as aulas de música”, ressalta o subsecretário de Gestão Compartilhada, coronel Alexandre Ferro.

Cívico-militar

O modelo de compartilhamento de ensino é uma parceria entre as Secretarias de Segurança Púbica e de Educação. A Segurança Pública é responsável pela gestão disciplinar, com o emprego do efetivo da PMDF e do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), pela coordenação de atividades extracurriculares e disciplinares voltadas à formação cívica, moral e ética dos alunos. Já a Educação fica responsável pela gestão administrativa e pedagógica das escolas e pelo cumprimento da proposta pedagógica, conforme a Lei de Diretrizes Educacionais.

O objetivo é proporcionar uma educação de qualidade aos estudantes da rede pública de ensino. As pastas de Segurança e Educação realizam ações conjuntas e constroem estratégias voltadas ao policiamento comunitário e ao enfrentamento da violência no ambiente escolar, promovendo uma cultura de paz.

Atualmente, mais de 16 mil alunos estão nas dez unidades que adotaram o modelo. São elas: Centro Educacional 03 de Sobradinho, Centro Educacional 308 do Recanto das Emas, Centro Educacional 01 da Estrutural, Centro Educacional 07 da Ceilândia, Centro Educacional Condomínio Estância III de Planaltina, Centro Educacional 01 do Itapoã, Centro de Ensino Fundamental 19 de Taguatinga, Centro de Ensino Fundamental 01 do Núcleo Bandeirante, Centro de Ensino Fundamental 407 de Samambaia e Centro de Ensino Fundamental 01 do Riacho Fundo II.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública do DF



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem