Fim de semana tem quase 18 mil vistorias a comércio e festas

Bares, restaurantes e festas pagas foram vistoriados entre sexta-feira e domingo; 28 estabelecimentos foram multados e 12 interditados; multas da DF Legal podem ir de R$ 4 mil a R$ 20 mil | Fotos: Divulgação/DF Legal
2 milhões de vistorias foram feitas pela DF Legal até este mês de agosto

A Secretaria DF Legal realizou, entre os dias 20 e 22 de agosto, 17.824 vistorias ao comércio por todo o Distrito Federal, o que inclui bares, restaurantes e festas pagas. As medidas fazem parte das ações de combate à covid-19. Nesse período, 1.993 estabelecimentos foram visitados, 28 foram multados e 12 foram interditados.

Bares, restaurantes e festas pagas foram vistoriados entre sexta-feira e domingo; 28 estabelecimentos foram multados e 12 interditados; multas da DF Legal podem ir de R$ 4 mil a R$ 20 mil | Fotos: Divulgação/DF Legal

Na mesma operação, foram inspecionados 538 quiosques. Destes, 93 foram abordados. Ainda neste mês, a secretaria cruzou a marca de 2 milhões de vistorias. Foram aplicadas multas que podem ir de R$ 4 mil a R$ 20 mil, por desrespeito às medidas sanitárias, tais como desprezar o horário de funcionamento, possibilitar a venda de bebidas alcoólicas após o horário ou promover aglomerações.

A secretaria salienta, ainda, que todos os estabelecimentos comerciais devem cumprir regras, como:
– Aferir a temperatura de todos na entrada
– Ofertar álcool gel
– Impedir aglomerações
– Respeitar o horário de funcionamento
– Higienizar locais de uso comum
– Verificar o uso correto de máscaras e a devida proibição de circulação sem essa proteção
– Determinar um distanciamento mínimo
– Proibir a dança nos locais onde haja música

A pasta, que também é responsável por encaminhar agentes às ruas para fiscalizar o uso da máscara de proteção, multou quatro pessoas pelo descumprimento do Decreto n° 40.648, que determina a obrigatoriedade do equipamento de proteção individual, desde a decretação da norma em março do ano passado.

O valor da infração aplicada em pessoa física pode atingir o valor de R$ 2 mil. Nesta mesma operação, a DF Legal abordou 33 ambulantes, dos quais 10 foram retirados por estarem descumprindo as medidas sanitárias de combate à pandemia.

As equipes da secretaria vêm trabalhando desde o início da pandemia para tentar conter a propagação da da covid-19 e a comunidade pode deixar sua contribuição, ligando no disque denúncia, 162 ou 190 da Polícia Militar, quando presenciar alguma irregularidade. Há também o site da Ouvidoria que atende 24 horas. Em todas as denúncias é garantido o anonimato e o sigilo.

*Com informações da Secretaria DF Legal



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem