Primeiro mês de agendamento eletrônico do Hvep tem avaliação positiva

Em 30 dias foram agendados eletronicamente 1.289 atendimentos, com avaliação positiva dos usuários | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

A adoção do agendamento eletrônico para marcação de consultas no Hospital Público Veterinário (Hvep) completa um mês nesta quinta-feira (19) com avaliação positiva dos usuários e gestores da unidade. Nesses primeiros 30 dias foram agendados eletronicamente 1.289 atendimentos, dos quais 911 foram realizados, 202 cancelados pelos próprios tutores e 173 não compareceram.

Em 30 dias foram agendados eletronicamente 1.289 atendimentos, com avaliação positiva dos usuários | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

A iniciativa foi adotada com o objetivo de reduzir, sensivelmente, a fila que se formava diariamente na porta da unidade, além de proporcionar mais conforto para tutores e seus bichinhos de estimação. Na avaliação do atendente de farmácia, Diego Souza, tutor da cadela Mili, o objetivo foi alcançado.

“Essa ideia do agendamento eletrônico facilitou muito a vida de quem tem pet e não tem condições de recorrer a um serviço particular” Diego Souza, tutor da cadela Mili

“Consegui agendar a consulta logo para o dia seguinte e a Mili foi atendida até antes do horário. O atendimento do hospital, sinceramente, é algo que eu não esperava. Muito bom mesmo. Desde a entrada até a saída, as pessoas são muito simpáticas e fazem um trabalho exemplar”, diz.

Para ele, a questão do agendamento eletrônico foi um “divisor de águas”. “Principalmente para quem mora longe do hospital, como eu que moro em Sobradinho. Essa ideia do agendamento eletrônico facilitou muito a vida de quem tem pet e não tem condições de recorrer a um serviço particular”, destaca Souza.

A gatinha Mila teve seu atendimento agendado e fez todos os exames necessários | Foto: Divulgação/Brasília Ambiental

A tutora da gatinha Mila, auxiliar de serviços gerais, Marcilene Oliveira, endossa a opinião de Diego, já que em outras oportunidades precisou chegar muito cedo ao Hvep para tentar o atendimento. “Marcar o atendimento pela internet antes de vir foi a melhor solução. Poder agendar e ser atendida no dia e horário certinho é muito bom. Mila fez todos os exames necessários e teve o diagnóstico melhor do que o esperado”, conta a tutora.

Gestão

Para o secretário geral do Brasília Ambiental, Thúlio Moraes, a experiência-piloto do agendamento eletrônico tem sido um sucesso. “Sabemos que a procura pelo agendamento está sendo grande e isso corresponde às nossas expectativas. O nosso intuito inicial era reduzir a fila e dar conforto aos pets e a seus tutores. Alcançamos o primeiro objetivo”, comemora.

Na avaliação da médica veterinária Mayara Cauper, diretora técnica do Hvep, desde que foi iniciada a oferta de vagas on-line houve redução significativa no tempo de espera. “O serviço foi otimizado, reduziu o tempo de permanência do usuário no Hvep e favoreceu os tutores que moram longe. Não existe mais a situação de fazerem uma viagem perdida, sem saber se vão ou não conseguir atendimento para seus pets”, constata a veterinária.

A gestão ainda ressalta que o Hvep permanece no processo de transição, destinando 50% das vagas para o agendamento de forma eletrônica, por meio do https://agenda.df.gov.br/, e 50% para o atendimento presencial. Para casos de emergência não há necessidade de agendamento.

 

*Com informações do Brasília Ambiental



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem