Aprenda a higienizar o morango antes de consumir

Os morangos só devem ser lavados na hora do consumo, pois a umidade acelera a deterioração e prejudica o sabor e o aroma | Fotto: Emater-DF

In natura, na torta, no sorvete, na geleia ou no iogurte, o morango é sempre saboroso. No entanto, para que seja nutritivo e saudável, precisa passar pelas etapas de higienização antes do consumo. Com medidas simples, o alimento pode ser consumido com segurança. Para alguns alimentos, a sanitização também contribui para a manutenção da qualidade do produto durante o armazenamento.

Os morangos só devem ser lavados na hora do consumo, pois a umidade acelera a deterioração e prejudica o sabor e o aroma | Foto: Emater-DF

A higienização é importante para a qualidade não só do morango, mas para todas as frutas e hortaliças. “O principal objetivo é a eliminação de microrganismos patogênicos e a redução, a níveis seguros, dos microrganismos deteriorantes”, explica a nutricionista Daniele Amaral, extensionista rural da Emater-DF.

De acordo com ela, o cloro é amplamente utilizado na indústria de alimentos em função do custo e da disponibilidade do produto. Danielle também explica que a higienização de alimentos deve ser realizada em duas etapas básicas, sendo a primeira a parte da limpeza e a segunda a desinfecção ou sanitização.

Limpeza

A limpeza é realizada para a remoção de impurezas, insetos e outras sujidades aderidas ao fruto. Para que essa fase seja concluída, é necessário colocar o alimento em uma vasilha com três gotas de detergente neutro para cada litro de água por alguns minutos. Depois, escorra e enxague bem em água corrente, unidade por unidade.

No caso da água sanitária, deve ser utilizado 5 ml (1 colher de sopa rasa) em 1 (um) litro de água. Os morangos devem ficar em contato com essa solução por 10 minutos

Sanitização

A segunda fase, que é a desinfecção ou sanitização, serve para reduzir o número de microrganismos a um nível que não comprometa a segurança do alimento. Nesta etapa, pode ser utilizado hipoclorito de sódio ou água sanitária comercial (de 2,0% a 2,5%).

No caso da água sanitária, deve ser utilizado 5 ml (1 colher de sopa rasa) em 1 (um) litro de água. Os morangos devem ficar em contato com essa solução por 10 minutos. Em seguida, devem ser enxaguadas em água potável. É preciso deixá-los secar antes de armazenar.

Confira algumas dicas importantes sobre como comprar e conservar:

Como comprar

Escolha frutos completamente maduros mas firmes, com cor vermelha uniforme e brilhante. Quando colhidos ainda verdes, os morangos não desenvolvem todo o sabor e aroma característicos.

As sépalas (a parte verde perto do cabinho que se assemelha à folha) devem estar verdes e com aparência de produto fresco. Os frutos menores geralmente têm sabor e aroma mais intenso do que os frutos graúdos.

O morango é muito perecível e os danos mecânicos, feridas e batidas durante o manuseio os tornam mais sensível à podridão, murchamento e perda nutricional.

Como conservar

Os morangos só devem ser lavados na hora do consumo, pois a umidade acelera a deterioração e prejudica o sabor e o aroma. Manter as sépalas ajuda a conservar os morangos por mais tempo, por isso mantenha-as no fruto até a hora de consumir e remova-as somente após lavar os morangos.

Os frutos devem ser mantidos em geladeira, em vasilha tampada ou protegidos com filme de plástico para evitar a desidratação, por até 4 dias. Sem refrigeração, os morangos conservam sua boa qualidade por, no máximo, dois dias, quando então se tornam excessivamente maduros ou apodrecem.

Para congelar, limpe, lave e seque bem os morangos com papel absorvente. Divida em porções e coloque-as em sacos plásticos. Feche bem, escreva a data e leve ao congelador, onde os frutos podem ser mantidos por até seis meses.

 

*Com informações da Emater-DF



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem