Cras II no Recanto das Emas é entregue

O governador Ibaneis Rocha inaugurou na manhã deste sábado (11), no Recanto das Emas, mais uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Localizado na Praça do Cidadão, na Quadra 113, lote 9, o novo espaço tem como objetivo suprimir a necessidade de 12 mil pessoas em estado de vulnerabilidade na região.

A cidade é responsável pela terceira maior busca por serviços sociais do DF, ficando atrás de RAs como Samambaia Sul, P Sul e Ceilândia. A expectativa é que a nova unidade amplie o acesso da população carente aos programas sociais do GDF.

O Cras II do Recanto das Emas é o segundo Centro de Referência de Assistência Social inaugurado no Distrito Federal em pouco mais de um mês | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

“Vivemos um momento bastante delicado no que diz respeito à assistência social, em decorrência da pandemia. As famílias estão em um empobrecimento muito grande, então chega o momento de dar mais atendimento à comunidade, em especial àquelas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade”, comentou o chefe do Executivo.

“A necessidade de ter um Cras significa que a população precisa dos serviços do Estado, que ela está carente, daí a alegria de todos nós em abrir mais esse serviço no DF”, estendeu o governador Ibaneis Rocha.

“Vivemos um momento bastante delicado no que diz respeito à assistência social, em decorrência da pandemia. As famílias estão em um empobrecimento muito grande, então chega o momento de dar mais atendimento à comunidade, em especial àquelas pessoas que estão em situação de vulnerabilidade” Governador Ibaneis Rocha

O Cras II do Recanto das Emas é o segundo Centro de Referência de Assistência Social inaugurado no Distrito Federal em pouco mais de um mês. No início de agosto, a população do Sol Nascente foi contemplada com nova unidade do Cras, espaço que irá beneficiar cerca de 5 mil famílias. Até então, desde 2014 não era inaugurado no DF um estabelecimento de atendimento socioassistencial. A equipe do Cras II do Recanto das Emas II será composta por assistentes e agentes sociais, psicólogo, técnicos administrativos, além de um gerente.

Olhar humanizado

Vinculado ao Sistema Único de Assistência Social (Suas), do Ministério da Cidadania, o Cras é a porta de entrada para o cidadão acessar os serviços de proteção básica dos governos locais. É uma unidade pública de assistência social que oferece atendimento a famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social, disponibilizando serviços, benefícios, programas e projetos socioassistenciais como o Bolsa Família e o Programa Prato Cheio, que já beneficiou cerca de 40 mil pessoas no DF. Para a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, trabalhar com assistência social nos dias de hoje, em plena crise sanitária, é uma tarefa que deve ser encarada pelo atual governo com resiliência.

“A pandemia trouxe necessidade de acelerar esse espaço de atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade”, alertou. “Esse é o grande desafio dessa gestão: olhar para este cenário que vem crescendo na vulnerabilidade e demandar um atendimento mais humanizado e especial para a assistência social”, destacou.

Confira o vídeo da inauguração:

“A inauguração de um novo Cras no Recanto das Emas é mais uma conquista para nossa comunidade”, festeja o administrador da cidade, Carlos Dalvan. “As notícias boas agora viraram rotina na nossa cidade e tudo isso graças ao governador Ibaneis, que tem entendido as dificuldades das RAs e atende nossas demandas”, agradece o gestor.

Participaram também do evento, a secretária Nacional de Assistência Social, Maria Yvelônia Barbosa, o deputado federal, Julio Cesar, além dos secretários de Governo, José Humberto Pires e a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, que destacou a importância de aproximar os cidadãos de seus direitos. “Esse espaço é exatamente isso, trazer pertencimento e mostrar para a população que o governo está trabalhando pela população, que estamos aqui para servir”, disse. “O governo é um só e trabalha unido para oferecer os serviços do Estado para toda a população. Esse é o nosso papel enquanto governo”, salientou.

Moradora do Recanto das Emas há 27 anos, a doméstica Elaine Cristine Vianna, 54 anos, revela que ficou animada com a inauguração de mais um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) na cidade. Segundo ela, é um serviço que dá segurança para pessoas, como ela, com baixa renda. “Há bastante gente carente por aqui, a cidade precisa de muita coisa para melhorar a nossa vida e o Cras é uma delas”, contou. “Com esse novo Cras ficou bom demais, o outro é bem longe, ficava difícil”, disse animada.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem