Programa do GDF oferece 1.500 vagas para qualificação profissional

O Renova-DF está com as inscrições abertas para o curso de qualificação profissional de auxiliar de manutenção. O programa oferece 1.500 vagas, sendo 5% destinadas aos reeducandos do sistema prisional do Distrito Federal, que cumprem pena nos regimes aberto e semiaberto. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (24), no portal da secretaria de trabalho.

Para fazer a matrícula, o interessado deve ter mais que 18 anos, estar desempregado e comprovar residência no DF. Os participantes vão receber auxílio financeiro, por meio de uma bolsa no valor equivalente a um salário-mínimo, ajuda no  transporte e certificado de conclusão.

Ao mesmo tempo em que aprende uma profissão, recuperando espaços públicos, os alunos do Renova-DF recebem salário-mínimo, auxílio-transporte e seguro contra acidentes pessoais  | Foto: Arquivo / Agência Brasília

O processo de classificação e ranqueamento dos inscritos avalia as condições de vulnerabilidade socioeconômica, manifestadas no formulário. O resultado da seleção e a convocação dos selecionados serão divulgados a partir da próxima quarta-feira (28), também no site da secretaria de trabalho.

O curso de qualificação profissional de auxiliar de manutenção aborda diferentes atividades, como os serviços de carpinteiro, jardineiro, eletricista, encanador, serralheiro e pedreiro. As tarefas devem começar no dia 5 de outubro.

Vivian de Sales Freire, 28 anos, participou do Renova-DF em Samambaia. Desempregada, não quer perder tempo. A jovem já atualizou o curriculum vitae (CV), inserindo o certificado da segunda turma e as qualificações que fez no curso. “Estou enviando meu CV para todos os lugares. Até mesmo para empresas de limpeza e manutenção. Eu olho os sites de empregos e vou vendo onde tem vagas. Agora tenho noção de muitas profissões, mas gostei mais da parte de pintura”, explica Vivian.

Enquanto Vivian está confiante de que vai conseguir uma colocação no mercado de trabalho, em breve, o marido, Paulo Henrique dos Reis Sousa, 26 anos, está animado com a possibilidade de ter a mesma capacitação da esposa. O casal já concluiu o ensino médio e tem uma filha de dois anos. Desempregado, Henrique vivendo de “bicos” como entregador. Ele tem esperanças de ser selecionado para fazer o próximo módulo do Renova-DF.

“Quanto mais aprender coisas diferentes, mais vou ter novas oportunidades de conseguir um trabalho. A gente tem que investir na capacitação para ter emprego”, resume o rapaz de 26 anos.

Assim como Vivian, Yasmin de Oliveira Silva Souza, 23 anos, já terminou o ensino médio, mas só conseguiu trabalhos temporários. A moça participou do Renova-DF, em Samambaia, com o objetivo de buscar uma melhor qualificação. “Aprendi sobre várias profissões, como pintura e carpintaria. Quero mesmo é trabalhar”, disse Yasmim.

O programa Renova-DF oferece cursos de capacitação integrados às atividades de conservação do patrimônio público, com o fim de proporcionar a qualificação profissional do trabalhador de forma a torná-lo apto a atender às exigências do mercado de trabalho, combatendo o desemprego, durante e após as medidas temporárias de prevenção ao contágio pela covid-19.

O secretário de Trabalho, Thales Mendes Ferreira, enfatiza que o Renova-DF está cumprindo a sua finalidade de qualificação na área da construção civil, atendendo, assim, a uma demanda de mercado.

“O programa tem ido além de nossas expectativas. Percebemos quando analisamos os números – são mais de 30 mil inscritos nas duas primeiras fases e 92 equipamentos públicos recuperados na primeira fase. Serão 3.500 qualificados para o mercado de trabalho, nesse ano. Existe também a satisfação da população com os equipamentos públicos recuperados e a alegria dos alunos ao serem certificados, explicou Ferreira.

O sucesso do Renova-DF pode ser medido pelo interesse que o programa tem despertado em localidades mais carentes. “A meta inicial, para todo o programa, seria de três mil inscritos, mas, ainda esse ano, já inscrevemos dois mil alunos e, agora, serão mais 1.500. Isso demonstra o sucesso que o Renova tem sido”, disse o secretário.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem