Reforço de mais 497 profissionais para a rede pública de saúde

Nesta quinta-feira (2), o Governo do Distrito Federal (GDF) convocou 497 profissionais para compor os quadros da Secretaria de Saúde (SES). Os novos servidores irão atuar tanto em hospitais regionais como em Unidades Básicas de Saúde (UBS), como também em caráter administrativo e em serviços técnicos.

“Estamos reforçando as equipes de saúde da rede pública neste momento crítico de enfrentamento da covid-19, que tem sobrecarregado os profissionais nas unidades de atendimento” General Pafiadache, secretário de Saúde

Do novo quadro de servidores, 204 são médicos: 100 clínicos gerais, contratados temporariamente para compor as equipes de emergência dos hospitais da rede pública; e 104 servidores efetivos. Esses últimos vão integrar a carreira médica em quatro especialidades: cirurgiões gerais e do aparelho digestivo, endoscopistas e ortopedistas.

As outras vagas foram preenchidas por 103 enfermeiros da família e comunidade e obstetras, 80 farmacêuticos, 53 administradores, 35 fonoaudiólogos, cinco analistas de sistemas, cinco economistas, cinco estatísticos, cinco contadores e dois técnicos de laboratório, totalizando mais 297 servidores efetivos que vão integrar os quadros da Secretaria de Saúde.

O secretário de Saúde, general Manoel Pafiadache, destacou a importância desse investimento em recursos humanos para a saúde pública do DF. “Estamos reforçando as equipes de saúde da rede pública neste momento crítico de enfrentamento da covid-19, que tem sobrecarregado os profissionais nas unidades de atendimento”, afirmou o secretário, lembrando que esse “é um compromisso do governador Ibaneis Rocha para que a população tenha um atendimento ágil, de forma humanizada e, sobretudo, com eficiência”.

Agentes de saúde

Os quase 500 profissionais que irão reforçar diversas unidades de saúde do DF em breve ganharão a companhia de outros mil agentes de saúde, como explica a subsecretária de Gestão de Pessoas da SES, Silene Almeida. “O governador pediu para que continuássemos reforçando as equipes o tempo todo, e soltamos esse edital recentemente, as inscrições começam no dia 6 de setembro. Esses agentes vão atuar no combate à dengue e no enfrentamento à pandemia”, detalha.

Para o combate à covid-19 no atendimento dos pacientes internados, a Secretaria de Saúde já havia realizado a contratação temporária de diversos profissionais. Para trabalhar 40 horas semanais, foram destacados: 91 enfermeiros, 76 técnicos de enfermagem, 36 condutores de urgência e emergência, 48 padioleiros (maqueiros), 12 fisioterapeutas e 21 psicólogos.

 



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem