Restaurante Comunitário do Sol Nascente reabre para almoço e café da manhã

A partir desta quinta-feira (9), o Restaurante Comunitário do Sol Nascente reabre as portas para o almoço no refeitório e a entrega de marmitas. Mas com uma novidade: o café da manhã. O novo contrato com a empresa terceirizada que fornece a alimentação na unidade incluiu também a oferta da refeição matinal, a R$ 0,50, de segunda a sábado, das 7h às 8h30. Com a unidade do Sol Nascente, agora, são quatro os Restaurantes Comunitários do Distrito Federal que servem café da manhã.

“O cardápio oferece diversas opções, como café, leite, pingado, pão com manteiga, bolo, achocolatado e uma fruta da época. É uma refeição completa a R$ 0,50. É um preço acessível para as famílias em risco social atendidas pela nossa rede de proteção” Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

“A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) está trabalhando para que todos os novos contratos de alimentação dos Restaurantes Comunitários incluam o café da manhã”, informa a subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional da Sedes, Karla Lisboa.

Segundo ela, a secretaria está em processo de fechar novos contratos de outras três unidades, que também preveem o serviço. “Antes, nós tínhamos apenas duas unidades com o café da manhã: Paranoá e Brazlândia. Agora temos Samambaia, Sol Nascente e, muito em breve, outros três restaurantes também vão ofertar a refeição matinal”, destaca a subsecretária.

O Restaurante Comunitário do Sol Nascente, que também atende ao público do Pôr do Sol, estava temporariamente fechado para troca da empresa responsável pelo serviço de preparo e fornecimento das refeições.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, a inclusão de mais uma refeição fortalece a segurança alimentar e nutricional da população em vulnerabilidade social que é atendida nos restaurantes comunitários.

“O cardápio oferece diversas opções, como café, leite, pingado, pão com manteiga, bolo, achocolatado e uma fruta da época. É uma refeição completa a R$ 0,50. É um preço acessível para as famílias em risco social atendidas pela nossa rede de proteção”, reitera a gestora.

Agora, os restaurantes comunitários do Paranoá, Brazlândia, Samambaia e Sol Nascente servem café da manhã

Restaurantes comunitários

Todas refeições servidas nos 14 restaurantes comunitários são elaboradas por funcionários da empresa contratada e planejadas e monitoradas por nutricionistas servidores da Sedes, com o objetivo de garantir a qualidade e o sabor da alimentação servida, além de evitar o desperdício de alimentos.

Atualmente, no Distrito Federal, funcionam 14 restaurantes comunitários, com refeições ao custo de R$ 1,00 para a comunidade. Pessoas em situação de rua, que estão cadastradas pela equipe de Abordagem Social, tem direito à refeição gratuita, enquanto durar a pandemia da covid-19.

As unidades estão localizadas nos centros urbanos do DF, em regiões de grande movimentação diária de pessoas, inclusive trabalhadores de baixa renda. Uma refeição vendida pelos RCs custa, em média, R$ 6,17. Assim, o usuário paga apenas R$ 1,00 pela refeição e o Governo do Distrito Federal complementa esse valor com R$ 5,17.

Todos os restaurantes comunitários funcionam de segunda a sábado, para o almoço, das 11h às 14h. Nas unidades que servem café da manhã, o funcionamento ocorre nos mesmos dias, nos seguintes horários:

– Paranoá: 7h a 8:30h
– Brazlândia: 6h30 a 8:30h
– Samambaia: 7h a 8:30h
– Sol Nascente: 7h a 8:30h


*Com informações da Sedes



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem