Uma pausa para pensar sobre mais segurança nas vias

“São bons números, no entanto devemos continuar no processo educativo e, com isso, reduzindo cada vez mais as mortes no trânsito” Zélio Maia, diretor-geral do Detran

O número de mortes no trânsito do Distrito Federal diminuiu em 43% nos primeiros oitos meses de 2021, se comparado com o mesmo período do ano passado. E mais: na última década, registrou-se uma redução de mortes de ciclistas de 52%.

No geral, a redução de óbitos no trânsito, entre 2010 e 2020, foi de 61%. Tais números fizeram com que o Departamento de Trânsito do DF (Detran) batesse a meta da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Os dados foram divulgados durante a abertura da Semana Nacional de Trânsito 2021, que prossegue até o dia 25 deste mês no Museu Nacional da República. O diretor-geral do Detran, Zélio Maia, destacou a importância do papel da educação nesse processo.

Atividades envolvem também estudantes, que aprendem noções de segurança no trânsito | Foto: Divulgação/Detran

“São bons números, no entanto devemos continuar no processo educativo e, com isso, reduzindo cada vez mais as mortes no trânsito”, salientou o gestor. “O Detran vem empreendendo diversas medidas no sentido de levar a conscientização a todos. Temos programas de conscientização [que contemplam] desde o público infantil até o adulto. Nesta semana, aproveitamos para incentivar mais ainda o respeito e o compartilhamento dos espaços públicos.”

Entre as atividades previstas na programação da semana comemorativa, estão palestras com foco na segurança do ciclista e na relação entre pedestre e condutores, além de atividades interativas como jogos educativos, apresentações de peças teatrais, mímicas e shows repentistas.

Na próxima quarta-feira (22), às 19h30, haverá um passeio ciclístico em comemoração ao Dia Mundial sem Carro.  A concentração será no Museu da República, às 18h. Na sexta-feira (24), às 16h, será realizada a cerimônia de apresentação dos vencedores do 2º Prêmio Detran-DF de Educação de Trânsito, que contou com 741 trabalhos inscritos nas 17 categorias previstas. Confira aqui programação completa aqui.

Educação desde cedo

Durante o evento desta sexta (17), foram exibidos vídeos educativos sobre o uso de faixa de pedestres, consumo de bebida no trânsito e respeito ao espaço de cada um pelas ruas da cidade. Grupos teatrais fizeram apresentações lúdicas sobre o tema para cerca de 200 crianças de escolas públicas e privadas do DF.

“Todos têm uma responsabilidade grande para gerar essa segurança” Marcelo Granja, diretor de Educação de Trânsito do Detran

Estudante da Escola Classe SRIA, no Setor Residencial de Indústria e Abastecimento, a pequena Karoline da Conceição Lima, 10 anos, gostou do que viu. “Aprendi muitas coisas legais sobre o trânsito, como atravessar a rua usando a faixa de pedestre e os cuidados com os carros”, contou.

Uma das integrantes do Grupo de Teatro do Detran-DF, a atriz Leda Carneiro, 42 anos, acredita que a noção de convívio com a cidade precisa ser estimulada desde cedo. Ela defende que a arte é fundamental para estreitar esses laços. “Usamos uma abordagem lúdica por meio do riso e da brincadeira para fixar ideias sobre normas de segurança de trânsito”, comentou a artista.

Para o diretor de Educação de Trânsito do Detran, Marcelo Granja, a realização da Semana Nacional de Trânsito é fundamental para despertar na sociedade uma pausa de reflexão sobre a postura de cada um no trânsito.

“É o momento de fazer o resgate do compromisso individual de cada um em relação ao trânsito”, destacou. “É fazer a sociedade pensar um pouco sobre essa questão do trânsito e o seu papel, independentemente do ator que ele seja, do pedestre ao motorista. Todos têm uma responsabilidade grande para gerar essa segurança”.

 



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem