Começa substituição de placas de endereçamento

Sinalização reformada garante melhor visibilidade e orientação a moradores e visitantes | Foto: Divulgação/DER

O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER) concluiu a troca de 50 placas tipo bandeirola na QE 26, do Guará. As novas peças foram produzidas na fábrica de placas do Parque Rodoviário do DER, em Sobradinho. Uma equipe de 10 servidores fez os serviços de corte, solda, pintura, plotagem e colocação das películas com as informações dos endereços.

4,6 mil média anual de novas placas produzidas no DF

Encaminhada pela Administração Regional do Guará, a solicitação começou a ser atendida em setembro. “Começamos pela QE 26, mas vamos estender este trabalho a outras localidades da cidade”, informa o superintendente de Operações do DER, Murilo de Melo Santos. A próxima quadra beneficiada será a QE 15.

“A troca era necessária por causa da ferrugem que existia no suporte das placas, que também estavam desbotadas ou danificadas”, comenta o porteiro Manoel Aguiar, 49 anos, que mora no Riacho Fundo e trabalha no Guará. “Agora, as pessoas que passam por aqui localizarão as ruas com mais facilidade.”

Fabricação

O DER é responsável pela confecção e manutenção das placas rodoviárias, de endereçamento e turismo de todo o Distrito Federal. Em média, anualmente, 4,6 mil novas placas são fabricadas, outras 200 ganham restauração, 320 passam por reforma por conta de vandalismo e 80 são atualizadas. O investimento mensal é de R$ 52 mil para sinalizar a cidade com novas peças. O custo para recuperar cada letreiro danificado varia entre R$ 600 e R$ 700.

A reforma de placas instaladas em regiões administrativas do DF é um trabalho rotineiro do órgão, efetuado mediante o recebimento de demanda das administrações regionais e de órgãos públicos.

*Com informações do DER



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem