Nova etapa das obras na Estrada Setor Policial Militar

As obras começam pela lagoa de detenção, drenagem e posteriormente o pavimento rígido (concreto) para os ônibus circularem em duas faixas exclusivas| Fotos: Renato Alves / Agência Brasília

O Governo do Distrito Federal (GDF) iniciou nesta terça-feira (26) a segunda etapa das obras da Estrada Setor Policial Militar (ESPM): uma faixa exclusiva para ônibus coletivos. Com investimento de R$ 48 milhões, o serviço faz parte do conjunto de construções necessárias para viabilizar o Corredor Eixo Oeste.

Nesta etapa da obra será feita pavimentação, drenagem, sinalização, paisagismo, calçadas, ciclovias e uma lagoa de detenção na L4 Sul. A previsão é que os serviços sejam concluídos no segundo semestre de 2022 e que sejam gerados 375 empregos.

“É um conjunto de obras que vêm sendo realizadas e a gente espera que, ao final delas, a tenhamos um grande setor de transporte, com muita facilidade e dando mais qualidade de vida para as pessoas que trabalham nessa região e que utilizam o transporte público no DF”, destacou o governador Ibaneis Rocha. “Eram obras que estavam paradas há muito tempo, e que nós destravamos e colocamos a cidade para movimentar novamente”, completou.

Os trabalhos começam pela lagoa de detenção, drenagem e posteriormente o pavimento rígido (concreto) para os ônibus circularem em duas faixas exclusivas. “Vamos ter obras de drenagem desde o começo da ESPM até chegar na bacia de detenção. São 108 metros cúbicos de escavação, um volume significativo”, explica o secretário de Obras, Luciano Carvalho.


“É mais uma obra importante do nosso contrato do Corredor Eixo Oeste. Essa interligação, esse corredor de ônibus que sai lá do Sol Nascente/Pôr do Sol e chega até o Terminal Asa Sul (TAS). É uma obra com grande serviço de drenagem, pelo volume de águas da chuvas na região, acrescentou Carvalho. “O pavimento rígido para o corredor de ônibus vai interligar com a EPTG e daqui um tempo com a Epig, Túnel de Taguatinga e chegar até o Sol Nascente/Pôr do Sol”, previu.

Corredor Eixo Oeste

Com o início das obras na Estrada Setor Policial Militar (ESPM) serão cinco em andamento, todas relativas ao Corredor Eixo Oeste. São elas: os novos viadutos no Setor Policial, o viaduto da Epig, o Túnel de Taguatinga e a primeira etapa de revitalização da Avenida Hélio Prates

Com o início das obras nesta terça-feira (26), serão cinco em andamento, todas relativas ao Corredor Eixo Oeste. São elas: os novos viadutos no Setor Policial, o viaduto da Epig, o Túnel de Taguatinga e a primeira etapa de revitalização da Avenida Hélio Prates.

“São mais de R$ 325 milhões investidos em obras que irão revolucionar a mobilidade na cidade”, detalha Luciano Carvalho.

Com 38,7 quilômetros de extensão, a obra prevê o alargamento de pistas e a construção de faixas exclusivas nas principais vias de ligação do Sol Nascente com o Plano Piloto, como a Hélio Prates, a Epig e a Estrada Parque Polícia Militar (ESPM), que leva ao Terminal da Asa Sul. O objetivo é reduzir em meia hora o tempo de deslocamento até o Plano Piloto.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem