Servidores da economia participam de campanha de doação de sangue

A Secretaria de Economia promove a terceira campanha “Sangue é Vida”, que incentiva a doação de sangue por parte dos servidores do GDF. O projeto é uma iniciativa da Secretaria Executiva de Valorização e Qualidade de Vida (Sequali), da Secretaria de Economia, e dura até o dia 26 de novembro.

A campanha, que já teve outras edições nos meses de abril e julho, é feita em parceria com a Fundação Hemocentro de Brasília. A ação é uma forma de aumentar os estoques de sangue e contornar a diminuição das doações, causada especialmente pela pandemia de Covid-19.

“Todas as campanhas de solidariedade são importantes, especialmente esta. É fundamental conseguirmos engajar os servidores de diversos órgãos em uma causa tão nobre como a doação de sangue”, afirma o secretário de Economia, André Clemente.

“Todos os especialistas em qualidade de vida afirmam que, ajudando o próximo, estamos melhorando o nosso bem-estar também. Uma ação de solidariedade faz bem pra quem doa e pra quem recebe”, acrescenta a secretária executiva da Sequali, Adriana Faria.

O agendamento das doações pode ser feito pelo site agenda.df.gov.br ou pelos telefones 160 – Opção 2, ou 0800 644 0160. O atendimento telefônico é de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, domingos e feriados, das 8h às 18h.

Para doar sangue e ajudar ao próximo, é preciso ter entre 16 e 69 anos de idade, pesar mais de 51 kg e estar em bom estado de saúde. Quem fez algum procedimento estético, passou por cirurgia ou algum tipo de endoscopia, ficou doente ou fez uso de medicamentos recentemente deve consultar o site do Hemocentro para saber se está impedido de doar: http://www.fhb.df.gov.br

O candidato a doação de sangue também precisa estar bem alimentado, mas deve evitar alimentos gordurosos e derivados do leite pelo menos três horas antes da doação. Além disso, não deve ingerir bebidas alcoólicas 12 horas antes e precisa beber bastante água 24 horas antes de doar. É obrigatório apresentar documento de identificação oficial com foto, em bom estado de conservação e dentro do prazo de validade.

Condições básicas para doar sangue:

 – Ter entre 16 e 69 anos de idade
– Pesar mais de 51 quilos e ter IMC maior ou igual a 18,5;
– Apresentar documento de identificação oficial com foto. Não são aceitos crachás funcionais, carteiras estudantis nem certidão de nascimento;
– Dormir pelo menos seis horas, com qualidade, na noite anterior à doação;
– Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação;
– Não fumar duas horas antes da doação;
– Estar bem alimentado, ter ingerido bastante água e evitar alimentos gordurosos, com uma antecedência de três horas (como açaí, abacate, leite e seus derivados tipo queijo, iogurte, manteiga, massas, frituras, ovos, maionese, sorvete, chocolate, etc). A doação agendada após o almoço será realizada após duas horas, observando as restrições alimentares citadas anteriormente.
– Há medicamentos que podem impedir a doação: a lista pode ser consultada no site do Hemocentro: http://www.fhb.df.gov.br/

* Com informações da Secretaria de Economia



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem