Universitários podem atuar no voluntariado para vacinação

A Secretaria de Saúde (SES) está com inscrições abertas para o programa voluntário-colaborador da saúde. Estudantes universitários de cursos da área de saúde podem atuar em atividades das campanhas de vacinação, como acolhimento, triagem, organização de filas e atividades administrativas.

O trabalho não é remunerado, mas o estudante que se dedicar por pelo menos 30 horas receberá um certificado de reconhecimento pelas horas de trabalho realizadas. A carga horária mínima é de duas horas semanais. As atividades podem ser exercidas em todo o DF.

Hoje, cerca de 1,6 mil estudantes universitários já atuam no programa, mas as inscrições continuam abertas. Os interessados devem se inscrever aqui.

Voluntariado para profissionais

A SES tem também oportunidades para voluntários que já atuem profissionalmente. O programa é aberto a cantores, cabeleireiros, contadores de história, músicos e grupos de palhaços, entre outras atividades lúdicas, recreativas, pedagógicas, artísticas e culturais que podem ser realizadas em unidades de saúde.

Atualmente, são cerca de 270 participantes. A atividade deve ser realizada em caráter espontâneo, sem remuneração e sem vínculo funcional ou empregatício.

Também é possível atuar em atividades que exigem nível superior. Nesse caso, o voluntário escolhe o dia e o horário em que poderá reforçar as equipes da SES. Mais de mil profissionais, incluindo aposentados da própria pasta, aderiram ao programa. Os interessados podem enviar um e-mail para gevol.dipmat@saude.df.gov.br, ao qual também poderão ser solicitadas mais informações.

*Com informações da Secretaria de Saúde



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem