Hemocentro Itinerante em Taguatinga

“Por meio da carreta, vamos aproximar os hemocentros de locais com amplo movimento, estimulando mais pessoas a realizarem esse gesto de solidariedade” Andréa Sylos, diretora comercial do grupo DPSP

Para celebrar a Semana Nacional do Doador de Sangue, o Distrito Federal recebe a Hemocentro Itinerante, uma carreta de coleta de sangue totalmente adaptada, desenvolvida pelo grupo DPSP (união das marcas Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo) com a startup social SAS Brasil. Depois de passar por Rio de Janeiro, Minas Gerais e Goiás, o veículo estaciona em Taguatinga entre os dias 22 e 26.

“Esse é um projeto pioneiro que nos enche de orgulho pela sua relevância e abrangência”, afirma a diretora comercial e de marketing do grupo DPSP, Andréa Sylos. “O número de doações reduziu muito durante a pandemia, e o [programa] Hemocentro Itinerante se propõe a reverter esse cenário. É a primeira vez que uma rede de farmácias viabiliza uma ação como essa no país. Por meio da carreta, vamos aproximar os hemocentros de locais com amplo movimento, estimulando ainda mais pessoas a realizarem esse gesto de solidariedade tão importante e necessário.”

Com a carreta itinerante, processo de doações é simplificado, ajudando a salvar muitas vidas | Foto: Divulgação/Hemocentro

Para viabilizar um projeto dessa magnitude, o grupo DPSP uniu-se a uma instituição pioneira nesse tipo de ação solidária. Desde 2013, a SAS Brasil já beneficiou mais de 120 mil pessoas com expedições presenciais e com telessaúde, levando gratuitamente atendimento médico especializado a cidades afastadas dos grandes centros urbanos.

“A população do Distrito Federal abraça a doação de sangue, por isso o Hemocentro Itinerante vai ficar em um local estratégico que atende três regiões administrativas muito importantes” Osnei Okumoto, presidente da Fundação Hemocentro de Brasília

“Para a SAS Brasil, poder fazer parte de uma ação focada em um objetivo tão importante é uma maneira nobre de usar nossa estrutura para além das expedições”, afirma a diretora executiva da SAS Brasil, a médica Adriana Mallet. “Ter parceiros como o grupo DPSP, que acredita na importância de ações como essa, faz com que o impacto das nossas unidades móveis seja ainda mais amplificado.”

Ponto estratégico

O presidente da Fundação Hemocentro de Brasília, Osnei Okumoto, também reforça a importância da iniciativa: “A população do Distrito Federal abraça a doação de sangue, por isso o Hemocentro Itinerante vai ficar em um local estratégico que atende três regiões administrativas muito importantes para o Hemocentro de Brasília”.

Em 2020, mais de 8 mil moradores de Ceilândia, Taguatinga e Samambaia doaram sangue. As três cidades, respectivamente, são as maiores em números de doadores depois do Plano Piloto. A carreta Hemocentro Itinerante atenderá no estacionamento do JK Shopping somente com agendamento prévio por meio do site da SAS Brasil, de 22 a 26 de novembro.

Como doar sangue

Entre os requisitos básicos para doar, é necessário estar em boas condições de saúde, ter de 16 a 69 anos, mais de 51 kg, estar descansado e alimentado no momento da doação e apresentar documento original e oficial com foto.

Quem teve covid-19 deve aguardar 30 dias após completa recuperação dos sintomas para se candidatar à doação de sangue. Já quem teve contato com pessoas com suspeita ou diagnóstico de covid-19 precisa esperar 14 dias após o último contato com essas pessoas.

Pessoas que se vacinaram também ficam temporariamente impedidas de doar sangue. Quem foi imunizado com a Coronavac deve aguardar dois dias para doar. Já quem recebeu AstraZeneca, Pfizer ou Janssen deve esperar sete dias.

*Com informações da Fundação Hemocentro de Brasília



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem