Iluminação pública de LED chega à Granja do Torto

O prefeito comunitário da Granja do Torto, Marcelo dos Santos, e o administrador do Lago Norte, Marcelo Ferreira, destacam os benefícios da substituição das iluminação na região | Foto: AR Lago Norte

Os moradores da Granja do Torto já podem comemorar. O administrador do Lago Norte, Marcelo Ferreira, assinou o contrato de quase meio milhão de reais para substituição das lâmpadas em toda a região. A medida atende uma demanda de extrema importância para a comunidade.

A troca das lâmpadas convencionais pelas de LED vai trazer uma série de benefícios, entre elas a redução do gasto com energia, já que as lâmpadas brancas (de LED) consomem menos que as amarelas (vapor de sódio).

Além disso, aumenta a luminosidade das ruas, proporcionando mais segurança para a população, pois elas iluminam melhor. Vale destacar também que as lâmpadas de LED são fabricadas com uma estrutura 95% reciclável, o que torna o descarte muito mais fácil em relação às tradicionais.

A economia média com o programa de eficientização energética tem sido de 40%

O administrador ressalta que, além de deixar o caminho dos moradores mais claro e melhorar a visibilidade para os motoristas, a troca das lâmpadas vai representar uma economia dos recursos públicos. “Estamos reduzindo custos com o consumo de energia e manutenção dos equipamentos, já que as luminárias de LED queimam menos”, afirma. A economia média com o programa de eficientização energética tem sido de 40%.

Para o prefeito comunitário da Granja do Torto, Marcelo Oliveira dos Santos, a substituição das luminárias vai trazer um grande ganho para a população. “A via de acesso ao bairro é um local onde ocorrem muitos atropelamentos por falta de iluminação pública. Sofremos com problemas recorrentes nos postes queimados, por serem muito antigos. Com essa troca, esperamos resolver essa situação”, afirma.

A CEB tem 180 dias para concluir a troca das 660 luminárias de LED, a contar da assinatura do contrato.

*Com informações da RA do Lago Norte



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem