Cidade da Segurança Pública tem início em São Sebastião

Na estrutura montada no estacionamento ao lado da administração regional, o público poderá utilizar até sábado (4) serviços oferecidos pelas forças de segurança e órgãos parceiros, como emissão de carteira de identidade e orientações sobre programas do GDF | Fotos: Divulgação/SSP-DF
“É uma oportunidade muito peculiar de estarmos mais próximos dos moradores de cada região, sendo possível, assim, acessar mais facilmente as demandas dessas pessoas” Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

Até domingo (5), São Sebastião receberá ações de policiamento e de prevenção à criminalidade por meio da Cidade da Segurança Pública (CSP), projeto da Secretaria de Segurança Pública (SSP-DF), lançado nesta quinta-feira (2) naquela região administrativa.

Os serviços oferecidos pelas forças de segurança e órgãos parceiros, como emissão de carteira de identidade e orientações sobre programas do Governo do Distrito Federal (GDF), poderão ser acessados até sábado (4), das 9h às 14h, na estrutura montada no estacionamento ao lado da Administração Regional de São Sebastião.

A cerimônia de lançamento contou com presença de representantes do GDF, das forças de segurança, gestores da SSP-DF, populares e lideranças comunitárias. A solenidade foi transmitida virtualmente por meio do perfil da SSP-DF no Instagram.

Na estrutura montada no estacionamento ao lado da administração regional, o público poderá utilizar, até sábado (4), serviços oferecidos pelas forças de segurança e órgãos parceiros | Fotos: Divulgação/SSP-DF

“Este é um projeto de governo, que reúne diversos órgãos com foco em ações de policiamento, para redução criminal cada vez mais equalizada entre as regiões administrativas do DF. Principalmente por meio de ações preventivas, com disponibilização de palestras, serviços e orientações”, afirma o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

“É também uma oportunidade muito peculiar de estarmos mais próximos dos moradores de cada região, sendo possível, assim, acessar mais facilmente as demandas dessas pessoas, com atendimentos mais humanizados, rápidos e eficientes, como determina nosso governador Ibaneis Rocha”, acrescenta.

“Ver a CSP sendo realizada em nossa cidade é uma alegria muito grande. São serviços e ações que já ocorrem, mas são oferecidos de forma concentrada e mais fácil aos moradores” Alan Valim, administrador regional de São Sebastião

Danilo ressalta ainda a importância da CSP para redução da criminalidade no DF. “Temos conseguido diminuir os crimes de maneira histórica e seguimos para fechar 2021 como um dos anos com maior número de vidas poupadas. Esses dados resultam de uma série de esforços, do comprometimento de cada agente de segurança pública e de um governo que prioriza a segurança pública”, completa.

Para o administrador regional de São Sebastião, Alan Valim, a CSP é um dos projetos de grande destaque deste governo. “Vê-lo sendo realizado em nossa cidade é uma alegria muito grande. São serviços e ações que já ocorrem, mas são oferecidos de forma concentrada e mais fácil aos moradores.”

Valim falou ainda da importância da integração para melhores resultados na Segurança Pública. “Foram colocados quase 1.500 pontos de lâmpadas de LED, principalmente em áreas comerciais, o que contribui diretamente com a sensação de segurança da população”, completa.

A secretária da Mulher, Ericka Filippelli, também participou do lançamento da CSP e falou dos resultados alcançados a partir de ações integradas. “Faço questão de participar desses eventos, pois neste governo entendemos a importância de estarmos próximos da população”, afirmou.

Os secretários de Segurança Pública, Júlio Danilo, e da Mulher, Ericka Filippelli: resultados alcançados por meio de ações integradas

A secretária ressaltou a importância da implementação da Casa da Mulher Brasileira em São Sebastião. “Vamos trazer para a região esse equipamento público, essencial para apoio às vítimas de violência doméstica e, também, para promoção dessas mulheres, por meio de capacitação e orientação. A Casa da Mulher Brasileira também servirá de apoio às forças de segurança”, aponta.

A CSP é um projeto itinerante da SSP-DF, integrante do programa estruturante da segurança pública local, o DF Mais Seguro. Além das forças de segurança – polícias Militar, Civil, Corpo de Bombeiros e Detran-DF -, a CSP reúne, ainda, como instituições parceiras, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER-DF).

Também tomam parte nesta edição as secretarias de Administração Penitenciária (Seape), da Mulher, de Saúde, de Desenvolvimento Social, do Trabalho, de Justiça e a DF Legal; o Banco de Brasília (BRB), Defesa Civil, Serviço de Limpeza Urbana (SLU), Companhia de Saneamento Ambiental do DF (Caesb), Administração Regional do Gama e Neoenergia BSB.

“É uma forma de aproximar a comunidade do governo e garantir mais segurança” Samuel Batista, morador de São Sebastião

Participaram da cerimônia o secretário de Cidades, Valmir Lemos, o comandante-geral da PMDF, coronel Márcio Vasconcelos, o diretor e o vice-diretor do Detran-DF, Zélio Maia e Gustavo Amaral, e a diretora adjunta do Departamento de Polícia Circunscricional da PCDF, Gláucia Regina.

Participação popular

A caminho do posto de saúde de São Sebastião, o morador Samuel Batista, 44 anos, aproveitou para prestigiar o primeiro dia da CSP. “A concentração das viaturas das forças de segurança me chamou a atenção e aproveitei para conhecer o evento”, conta o auxiliar de serviços gerais, satisfeito com a iniciativa.

“É uma forma de aproximar a comunidade do governo e garantir mais segurança”, acrescenta o morador, que ainda aproveitou para agendar a retirada da segunda via da carteira de identidade.

Na volta da escola dos filhos, Analice de Jesus Almeida aproveitou para passar na CSP com as crianças e assistir ao teatro educativo do Detran-DF

Assim como Samuel, a moradora de São Sebastião Vilma Alves, 43 anos, também recorreu ao serviço da Polícia Civil (PCDF) para emitir a segunda via da identidade. “O meu documento estava danificado e ter esse serviço mais acessível facilitou, devido à correria do dia a dia”, elogia a diarista.

Na volta da escola dos filhos, Analice de Jesus Almeida, 41 anos, aproveitou para passar na CSP com as crianças para assistir ao teatro educativo do Detran-DF. “Como eles gostam muito de teatro e do tema de segurança, nós acabamos vindo”, relata a mãe.

A família ainda passou na exposição da Polícia Ambiental, para conhecer mais sobre a área de atuação dos militares. “Eles já tinham visitado a escola dos meus filhos. Por isso as crianças tiveram ainda mais interesse na profissão”, disse a mulher, satisfeita com os resultados positivos da visita. “Obrigada à SSP-DF pela oportunidade de as crianças aprenderem cada vez mais.”

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública do DF



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem