Multicultural II investe R$ 68 milhões em 82 projetos

“Estamos fechando um ano muito difícil com a certeza de que o Fac cumpriu seu papel de maior fonte de fomento público do país, ajudando a cadeia criativa da cultura, agora com audiovisual e grandes eventos, a sobreviver e fortalecer as raízes para florescer com mais força nos tempos mais auspiciosos adiante” Bartolomeu Rodrigues, secretário de Cultura e Economia Criativa

O resultado final da etapa de admissibilidade do Edital Fac Brasília Multicultural II (nº 26/2021) já pode ser conferido no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). O documento foi publicado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) nesta quinta-feira e atende a 82 proponentes com projetos para retomar as atividades econômicas da cultura do Distrito Federal.

Com investimento de R$ 68.601.756,90 em projetos de cinema e grandes eventos, esse edital do Fundo de Apoio à Cultura prevê geração de cerca de 100 mil empregos. Com foco no audiovisual e plataformas culturais, 22 linguagens artísticas foram contempladas pelo certame.

“Estamos fechando um ano muito difícil com a certeza de que o Fac cumpriu seu papel de maior fonte de fomento público do país, ajudando a cadeia criativa da cultura, agora com audiovisual e grandes eventos, a sobreviver e fortalecer as raízes para florescer com mais força nos tempos mais auspiciosos adiante”, afirmou o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

Para o subsecretário de Fomento e Incentivo Cultural (Sufic), João Moro, a grande aposta deste edital foi na retomada da economia local. “Tudo que é feito com os recursos do Fac gera renda, gera emprego. Foi isso que nós buscamos com o Multicultural II: a recuperação das atividades econômicas do Distrito Federal o mais rápido possível, porque a gente acredita na Economia Criativa como um motor para a economia em geral”, ressaltou.

“O empenho, a dedicação e o comprometimento da equipe da Sufic foram fundamentais para finalizar todo o processo de seleção desse edital ainda em 2021, por isso minhas palavras são de agradecimento a toda a equipe”, reconheceu a coordenadora do FAC, Aline Maria da Silva.

Próximos passos

Agentes culturais identificados no resultado final de admissibilidade como “admitido” ou “admitido com glosa” têm 30 dias, a partir de 3 de janeiro de 2022, para comprovar os requisitos previstos no edital, efetuar cadastro como usuário externo no Sistema Eletrônico de Informações e, em seguida, abrir conta no Banco de Brasília (BRB).

O resultado publicado nesta quinta-feira lista os documentos que devem ser apresentados pelos proponentes beneficiados. Devido à pandemia da covid-19, o protocolo está funcionando preferencialmente de forma virtual. O envio da documentação deve seguir orientação disponível no site da Secec, pelo link http://www.cultura.df.gov.br/nota-oficial-servicos-de-protocolo/.


*Com informações da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do DF



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem