Taguatinga Norte ganha estacionamento com 49 vagas

Trabalhos são executados a partir de demandas encaminhadas pelas administrações regionais

Cidades do DF estão sendo beneficiadas com a restauração de calçadas já existentes e com a implantação de rotas acessíveis para os pedestres. As ações fazem parte de um pacote de obras, no valor de R$ 1.639.000, financiadas por meio de emendas parlamentares.

Os recursos vão custear obras em Brazlândia, Ceilândia, Gama, Taguatinga, Pôr do Sol/Sol Nascente, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Samambaia e Santa Maria. As obras são executadas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), a partir de demandas das administrações.

Além da construção de estacionamentos, obras compreendem implantação de novas rotas para pedestres| Foto: Lúcio Bernardo Jr/Agência Brasília

A QNJ 10, na região norte de Taguatinga, foi uma das primeiras áreas beneficiadas com os recursos. A quadra ganhou um novo estacionamento, com 49 vagas, e calçadas. O novo estacionamento soluciona o antigo problema de falta de vagas em locais apropriados. Bastante movimentada, a QNJ 10 abriga quatro escolas, a igreja presbiteriana, a sociedade de amparo ao menor Casa do Caminho e diversos estabelecimentos comerciais.

Trânsito intenso

O movimento de veículos na quadra, que já é grande, se intensifica, durante a semana, nos horários da entrada e saída de estudantes das escolas e nos momentos em que são realizados os cultos religiosos.

Secretária da 4ª Igreja Presbiteriana de Taguatinga, Marília Livina de Araújo ressalta a importância da construção de um estacionamento na área especial da quadra. “Os pais dos alunos estacionavam os carros até em frente aos portões da igreja, atrapalhando muito a entrada e saída dos fiéis”, conta. “Muitas vezes, os carros até trancavam o portão da igreja”.

“Já foi feita muita coisa boa nessa área. Antigamente não dava para a gente andar direito por aqui” Joilsson Alves dos Santos, balconista

A auxiliar administrativa Pâmela Samara Pereira Nogueira, que trabalha em uma das unidades do Colégio Biângulo, avalia: “O novo estacionamento vai dar mais segurança para os pais quando deixam ou buscam as crianças na escola. Vai ser bom também para os motoristas das vans escolares, que agora têm um lugar certo para estacionar”.

João Gonçalves da Silva: “Antes, era só o mato tomando conta, e agora ficou um lugar bonito”

Morador do Setor M Norte, o auxiliar de limpeza João Gonçalves da Silva, 70 anos, afirma conhecer como ninguém a região e não poupou elogios para a obra que deu destinação nova ao terreno baldio da QNJ 10. “Passo todos os dias por aqui”, afirma. “Antes, era só o mato tomando conta, e agora ficou um lugar bonito. E foi serviço rápido. Ficou outra coisa de tão bom”.

Calçadas para pedestres

Além do novo estacionamento, caminhos onde proliferavam buracos ou matagal receberam calçadas apropriadas para o trânsito de pedestres. É o que relata o balconista Joilsson Alves dos Santos, 35 anos, que morou na QNL de Taguatinga até os 22. “Já foi feita muita coisa boa nessa área”, diz. “Melhorou bastante mesmo. Antigamente não dava para a gente andar direito por aqui. Era muito perigoso. Não tinha calçadas e nem iluminação nas ruas”.

Para a dona de casa Vanilda Anália Sousa, 61 anos, melhorias na cidade nunca são demais. “Está bom, mas ainda precisa melhorar”, lembra. “Tem que ter calçadas em todos os lugares; e, quando eles forem construir essas calçadas, já podem aproveitar para consertar o escoamento da água”.

O administrador de Taguatinga, Renato Andrade, ressalta a importância da construção do estacionamento e calçadas na QNJ 10. “São obras que atendem o interesse da comunidade local, especialmente na melhoria das condições do trânsito, já que a área ganhou 49 novas vagas para estacionamento”, avalia. “Nessa região concentram-se colégios e igrejas. Com certeza, essas benfeitorias vão ajudar a melhorar a segurança de alunos e professores”.

O administrador destaca a colaboração e o apoio do governador Ibaneis Rocha no atendimento das demandas locais: “Ele tem sido decisivo na solução das questões apresentadas pela população. Já são 500 milhões de reais liberados para atender demandas dos 260 mil habitantes de Taguatinga”.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem