Brasília inova na qualificação de trabalhadores de economia criativa

As secretárias de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, e de Turismo, Vanessa Mendonça, entregaram, nesta quinta-feira (10), certificado de conclusão de curso técnico de capacitação e qualificação para pessoas em situação de rua em áreas da economia criativa, ou seja, no mercado de eventos corporativos, culturais, esportivos e de turismo no Distrito Federal. A entrega foi feita no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop).

As secretárias de Turismo, Vanessa Mendonça (à esquerda), e de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha (segunda à direita), entregaram certificados de conclusão de curso técnico para pessoas em situação de rua em áreas da economia criativa | Foto: Divulgação/Setur

“Estou passando por um momento muito difícil na vida, desempregada e sem uma moradia. Esse curso veio exatamente quando eu mais precisava”, conta Suzane Correia. Frequentadora do Centro Pop, ela foi uma das mais de 60 pessoas a concluir um dos cursos ministrados. “Esse certificado pode mostrar um novo horizonte para minha vida profissional.”

“A cidade, primeiro, precisa ser boa para a sua população; e, se for boa para a população, será boa para o visitante. Bom atendimento e garantia de informação qualificada são fundamentais como vitrine de um destino turístico. E quem é bem-tratado, volta”, diz a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça

“Estou muito feliz com tudo o que aprendi nestes dias de curso. Sei que agora estou pronto para ter uma oportunidade e conseguir um emprego, que é tudo que mais quero para poder mudar de vida, sair das ruas”, diz  Liondenilson Silva, que fez o curso de carregador de palco.

Durante a pandemia de covid-19, esses profissionais, que atuam nos bastidores de espetáculos, das celebrações, eventos, feiras, exposições e produções variadas, foram dos mais afetados. De acordo com a Associação Brasileira dos Promotores de Eventos (Abrape), esse segmento permite movimentação anual de R$ 270 bilhões, nas mais de 590 mil atividades que promove a cada ano no país.

Brasília é a terceira capital mais visitada do país e a quarta cidade em eventos de negócios. O turismo representa 2,5% do PIB distrital e gera mais de 85 mil empregos. Isso significa uma movimentação de R$ 722 milhões, em 2021.

Para a secretária Vanessa Mendonça, atendimento é cartão de visitas. “A cidade, primeiro, precisa ser boa para a sua população; e, se for boa para a população, será boa para o visitante. Bom atendimento e garantia de informação qualificada são fundamentais como vitrine de um destino turístico. E quem é bem-tratado, volta.”

“O Distrito Federal é ponto certo para muitas conferências, shows e reuniões de grande porte. Quando precisarem de mão de obra qualificada e capacitada, já temos quem indicar”, afirma a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha

Foram cinco capacitações com carga de 16 horas/aula e certificado de conclusão. “Esperamos que, em breve, os eventos possam ser realizados. Essas pessoas vão estar prontas para o trabalho”, comemora a secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha. “O Distrito Federal é ponto certo para muitas conferências, shows e reuniões de grande porte. Quando precisarem de mão de obra qualificada e capacitada, já temos quem indicar”.

A coordenadora do Labfaz Cidadão, Vera Verônika, acredita que a hora da retomada econômica está próxima.  “Haverá uma grande demanda por prestadores e prestadoras desses serviços”, avalia. Gestora de eventos com larga experiência na linha de frente e nos bastidores, Vera lembra que, para exercer essas funções, é preciso investir em conhecimentos específicos. “A nossa cidade vem despontando como um dos principais destinos turísticos do Brasil, o que aumenta a busca por trabalhadoras e trabalhadores”, reforça.

O Laboratório dos Saberes e Fazeres Técnicos da Economia Criativa é uma iniciativa social de empoderamento da técnica, um projeto criado por e para profissionais técnicos. Oferece formação profissional com certificação reconhecida pelo MEC, rodas de bate-papo, cursos, oficinas, lives e muito mais. Tudo 100% gratuito.

Ministradas sempre aos fins de semana, as aulas oferecem qualificação em áreas como as de recepção, limpeza, carregamento, assistência de camarim e catering (serviço de fornecimento de refeições coletivas). Os participantes recebem certificados emitidos pela Setur.

App Labfaz

A plataforma desenvolvida é uma ferramenta desenvolvida para quem atua nos bastidores, e permitirá o mapeamento e a identificação dos profissionais disponíveis e qualificados para contratação imediata.

Ao se cadastrar, os usuários poderão inserir foto, currículo e portfólio no perfil, além de se inscrever e ter acesso a todas as informações sobre cursos e a programação do Labfaz. Tudo isso já está disponível para Android e iOS, gratuitamente.

Após o Centro Pop, o LAB Cidadão segue com as instruções em acampamentos da Frente Nacional de Luta e com comunidades em situação de vulnerabilidade do Plano Piloto.

Confira, abaixo, os próximos os locais e as datas em que a capacitação será oferecida. Para participar, basta fazer a inscrição no local. Os cursos serão sempre das 9h às 17h.

– Acampamento Che Guevara

Localização: BR 060, depois de Samambaia

Dias: 12 e 13

Horários: das 9h às 17h

– Acampamento Margarida Alves

Localização :Sobradinho

Dias: 19 e 20

Horário: das 9h às 17h

– Acampamento Carlos Lamarca

Localização: Planaltina

Dias: 23 e 24

Horários: das 9h às 17h

– Paróquia Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Mercês

Localização: L2 Sul, Quadra 615

Dias: 3 e 4/3

Horários: das 9h às 17h

 

*Com informações da Setur

 

The post Brasília inova na qualificação de trabalhadores de economia criativa appeared first on Agência Brasília.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem