Ações para mulheres e cultura em debate com América Latina e Caribe

O Grupo de Países da América Latina e Caribe (Grulac) se reuniu nesta quarta-feira (9) na Embaixada da Argentina para debater ações relacionadas às mulheres e iniciativas referentes a Brasília como Capital Ibero-americana das Culturas (CIC) 2022. O Governo do Distrito Federal (GDF) foi representado no encontro pela chefe do Escritório de Assuntos Internacionais (EAI), Renata Zuquim, pela secretária da Mulher, Ericka Filippelli, e pelo secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues.

Durante a reunião, o presidente do Grulac reafirmou o interesse do grupo em fortalecer relações com Brasília | Foto: Nícolas Monteiro/EAI

“A ideia de criar esse espaço de compartilhamento de ações e iniciativas representa um fortalecimento para o GDF e para o Grulac, pois apresentamos realidades muito semelhantes”, destacou Renata Zuquim.

Na primeira parte do encontro, o foco foram iniciativas voltadas à mulher. Ericka Filippelli apresentou uma série de ações desenvolvidas pela pasta, entre elas, a Casa da Mulher Brasileira. “Neste mês, recebemos o convite do shopping JK, em Ceilândia, para usarmos uma das lojas disponíveis como vitrine para a Casa da Mulher Brasileira, para aproximá-la da população; e, durante todo o mês de março, faremos diversas ações alusivas ao mês da Mulher”, ressaltou.

O espaço modelo da Casa da Mulher Brasileira no shopping JK tem como objetivo evidenciar as ações de combate à violência hoje disponíveis na unidade de Ceilândia. Essa e outras ações estão previstas na quarta edição da agenda Março Mais Mulher. São talk-shows e capacitações, além do lançamento de ações e políticas públicas, como a primeira unidade do Espaço Acolher. Os eventos, que tratam de temas como enfrentamento da violência, saúde da mulher e autonomia econômica, ocorrem até o dia 31.

CIC 2022

A segunda parte do encontro do Grulac contou com uma apresentação do secretário Bartolomeu Rodrigues sobre as ações planejadas para a CIC 2022, como a transformação do antigo Complexo Cultural Funarte no Eixo Cultural Ibero-americano. “Como brasileiros, estamos voltados à nossa identidade ibero-americana e, por meio da cultura, estamos discutindo como incrementar ainda mais a paz entre as nações”, afirmou o titular da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec).

Na ocasião, o embaixador da Argentina e presidente do Grulac, Daniel Scioli, reafirmou o interesse do grupo em estreitar as relações com Brasília e o Brasil. “Nesse contexto internacional, é importante fortalecer as relações entre os países latino-americanos e o Caribe”, apontou. “Estamos vivendo um momento sensível, em que é preciso recuperar a autoestima e a força criativa de nossos povos, restabelecer a paz e a harmonia”.

*Com informações do Escritório de Assuntos Internacionais

The post Ações para mulheres e cultura em debate com América Latina e Caribe appeared first on Agência Brasília.



Fonte: Agência Brasília

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem